Educação

Foto: Divulgação

A comunidade acadêmica da Universidade Federal do Tocantins vai hoje (10) às urnas, escolher o reitor e vice-reitor da Universidade para o quadriênio (2012-2016). São mais de 16 mil pessoas, entre alunos, professores e técnicos, com direito a voto, espalhadas pelos câmpus de Arraias, Araguaína, Gurupi, Miracema, Palmas, Porto e Tocantinópolis. A eleição contará com 38 urnas eletrônicas à disposição das seções que irão funcionar das 8h às 22h40.

Segundo o presidente da Comissão Eleitoral, professor Élvio Quirino,a única exceção será o câmpus de Gurupi, que não tem aulas no período noturno. “Mas, para evitar alguma influência no processo de votação, os votos de Gurupi também serão apurados somente a partir das 22h40, ou seja, após o fechamento das urnas”, garante o professor, acrescentando que está praticamente tudo pronto para a maior eleição não regular do Estado.

O processo eleitoral na UFT está sendo organizado pela Seção Sindical dos Docentes da UFT (SESDUFT), o Diretório Central dos Estudantes (DCE/UFT) e o Sindicato dos Servidores Técnico-Administrativos (SINTAD/UFT), que irão conduzir as eleições de forma paritária, ou seja, com o voto das classes – professores, alunos e técnicos -, tendo peso igual.

Lista tríplice

Com relação ao resultado, a Comissão Central deverá publicar o relatório conclusivo de suas atividades até o dia 13 de abril. O resultado desta consulta será entregue ao Conselho Universitário (Consuni), órgão máximo da Universidade, que elaborará sua lista tríplice e tornará público até o dia 19 de abril e por fim encaminhará ao Ministério da Educação (MEC) até dia 09 de maio.

TRE

O processo eleitoral na UFT conta com o apoio do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-TO) que cedeu às urnas eletrônicas. “O apoio do TRE é importante, pois garante a lisura e a qualidade técnica dos trabalhos durante o processo de votação e apuração dos votos”, destaca Quirino.(Ascom)