Educação

Foto: Divulgação

A greve dos professores da rede municipal de Gurupi foi suspensa nesta quinta-feira, 26. A decisão foi tomada pela categoria no início da noite de ontem, 25, após o Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Tocantins - SINTET ter realizado uma assembleia com os educadores da rede pública municipal de ensino. Apesar dos profissionais suspenderem a paralisação, eles continuam em estado de greve.

“O estado de greve permanece enquanto não acontecer uma negociação administrativa que não incida em prejuízos dos direitos e interesses dos trabalhadores ou decisão judicial”, disse o presidente do Sintet José Roque.

Os educadores já contabilizavam cerca de trinta dias letivos, que serão repostos a partir desta sexta. Ainda de acordo com Roque, “o Sintet fará uma revisão e negociará a reposição das aulas sem prejuízos salariais”, disse.

No próximo dia onze de maio, às 14 h, Sintet e município participam de uma audiência com o Ministério Público no Fórum de Gurupi, para tratar sobre a negociação.

Os educadores de Gurupi iniciaram a paralisação em 21 de março, por não aceitarem a proposta de reajuste oferecida à categoria pelo Prefeito Alexandre Abdalla. Os educadores buscam, além do reajuste salarial, revisão do Plano de Carreira e adequação à Lei do Piso, tanto para concursados quanto comissionados.

No início da greve, os docentes exigiam reajuste de 22,22%. O município ofertou 6%, e na contraproposta os grevistas apresentam 14,28%, ambos sem acordo.

Por: Redação

Tags: Alexandre Abdalla, Gurupi, José Roque, Sintet