Palmas

Foto: Divulgação

O deputado Wanderlei Barbosa (PSB), juntamente com técnicosda Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação da Capital, foram recebidos pelo presidente do Instituto Natureza do Tocantins – Naturatins, Alexandre Tadeu, na sexta-feira, 03. A reunião teve o objetivo de buscar o apoio do órgão para a elaboração do Plano Diretor Sustentável dos Distritos de Taquaruçu e Buritirana.


Segundo Elias Martins, Arquiteto e Urbanista da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, a legislação de uso e ocupação do solo da Capital não contempla esses dois distritos. Ainda segundo o arquiteto, o problema foi detectado após o aumento na demanda de solicitações para a emissão de certidões na secretaria. Nesse momento, uma equipe foi montada para elaborar uma legislação específica para essas áreas.


Para o presidente do Naturatins, Alexandre Tadeu, a iniciativa é de fundamental importância para que os moradores do Distrito não sofram com problemas futuros relacionados à expansão urbana. “O desenvolvimento do plano, elaborado juntamente com os moradores que conhecem a realidade local da região é algo fantástico, e o Naturatins está à disposição para auxiliar os trabalhos”, frisou Alexandre.

Segundo o deputado Wanderlei Barbosa, o levantamento é fundamental, pois a região é parte do roteiro turístico do Estado e requer um cuidado especial para que garanta a preservação ambiental e não perca essa característica.

Audiências Públicas

A criação do plano diretor dos Distritos de Taquaruçu e Buritirana contará com três etapas, acompanhadas por audiências públicas que será realizada juntamente com a apresentação do projeto. Tudo para ser debatido, compreendido e aceito pela comunidade, para que posteriormente seja aprovado na câmara de vereadores da Capital.

A primeira audiência pública acontecerá em Buritirana, nesta sexta-feira, 04, às 19 horas. No distrito de Taquaruçu, a audiência está prevista para acontecer no próximo dia 11 de maio, na Praça Joaquim Maracaípe.


O projeto tem o apoio da Fundação Cultural de Palmas (FCP); Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Públicos (Semasp); Secretaria de Desenvolvimento Econômico,Turismo, Ciência e Emprego; Instituto de Patrimônio Histórico Nacional (IPHAN) e IBGE. Agora conta também com com o apoio do Naturatins.

(Ascom )