Campo

Foto: Ascom Sebrae

O Espaço do Peixe, localizado no Pavilhão da Aquicultura na Agrotins é o local certo para quem deseja aprender mais sobre a produção de peixes típicos da região, mas as informações não se resumem a orientações quanto à criação de espécies. A preparação de pratos à base de pescado também é um dos atrativos do espaço, idealizado pela Seagro em parceria com o Ruraltins, Faet, Senar e Sebrae.

O instrutor do Senar e consultor do Sebrae, Humberto Tessari, é responsável pelo Programa de Produção e Processamento de Pescados e ministra oficina de corte especiais de pescado. Os peixes utilizados na demonstração são típicos da bacia hidrográfica: o Tambaqui e o Surubim. Durante a prática Tessari ensinou os visitantes à preparar a costela de Tambaqui e o filé de Surubim.

Segundo o instrutor a ideia da atividade é “mostrar para as pessoas como aproveitar melhor os peixes, ensinando a fazer porções que sejam mais fáceis de serem consumidas, tanto de forma caseira quanto em um restaurante, por exemplo”.

Para o consultor as duas espécies têm preparos especializados que utilizam melhor todas as partes do peixe. “A cabeça do Tambaqui não se deve jogar fora. Ela é ótima para preparar caldo de peixe ou ainda um pirão”, finaliza Tessari.

O piscicultor da região de Porto Nacional, Eishido Ogawa participou da oficina e comentou sobre a importância da técnica. “Aqui aprendi informações que vão desde a criação do alevino até à hora do preparo. Um pulo do gato que me auxiliará em como vender melhor o pescado”, explica o produtor.

Ainda sobre o preparo de peixes, no Pavilhão da Aquicultura o visitante terá a oportunidade de degustar peixes típicos servidos como pratos da culinária japonesa. O Pavilhão está localizado próximo ao lago, no final da avenida principal da Agrotins. (Ascom Sebrae)