Estado

Foto: Divulgação

Além da garantia de investimentos de R$ 160 milhões, o Governo do Tocantins firmou nesta quarta-feira, 23, em Madri, novo convênio com empresas espanholas. Opacto visa realizar estudos de viabilidade econômica e técnica para fomentar ações culturais, turísticas e de conservação dos parques naturais do Estado por meio de PPP (parceria público-privada).

O convênio foi firmado com as empresas ligadas à infra-estrutura Audeca e Matinsa, ligadas ao grupo FCC, líder no mercado espanhol. “Toda e qualquer atuação de nosso Governo é centrada na sustentabilidade e transversalidade”, disse o Governador Siqueira Campos no ato de assinatura do convênio. Também assinaram o documento o diretor gerente da Audeca, Carlos Sánchez Macías, e o diretor geral de infraestrutura da Matinsa, MiguelCañada Echaniz.

As ações deverão ser desenvolvidas nos parques do Jalapão e Cantão, entre outros. De acordo com o diretor da Matinsa, a meta é, em médio e longo prazo, gerenciar as áreas, os recursos necessários para conservação e melhorar a exploração controlada no entorno das áreas. “A tendência é buscar desenvolvimento integrado ao meio ambiente. É o que pretendemos com esse acordo”, disse o Governador. Não foram especificados valores. Entretanto, um estudo de viabilidade será desenvolvido para que detalhes possam ser discutidos e ações realizadas.

Antes da assinatura do convênio, o Governador e toda a comitiva tocantinense conheceram um pouco mais do trabalho das empresas. Já na cerimônia, o Governador ressaltou que sentiu seriedade, interesse e credibilidade das empresas e de autoridades espanholas com quem tem se relacionado durante a missão. “Essa é a maior riqueza dos espanhóis. Esperamos merecer a confiança de nossos parceiros”, disse.

Para Miguel Echaniz, o acordo é um marco na área de gestão. “Sentimos a vontade do Governo de gerir essas áreas, primando pela conservação sem esquecer o desenvolvimento. Nós, entretanto, teremos a responsabilidade de executar essa ação em acordo com o Governo e com nossa experiência e tecnologia”, declarou. Já Carlos Macías frisou que a parceria tende a dar certo pelo comprometimento do Estado na área ambiental. “Constatamos após contatos e verificação que a gestão ambiental no Tocantins é uma das prioridades. Isso reforça nossa confiança na parceria e seriedade do Governo”, afirmou. (Secom )