Saúde

Foto: Divulgação

O agricultor Antônio Menezes Marques, de 18 anos fraturou a perna no último sábado enquanto jogava futebol em um assentamento na cidade de Cachoeirinha, no Norte do Estado. Depois de duas transferências de hospitais, o jovem foi encaminhado para o Hospital Geral de Palmas, na segunda-feira. Desde então aguardava no corredor do HGP um posicionamento médico sobre seu estado de saúde.

Menezes relatou ao Conexão Tocantins que permanece em uma maca no corredor do hospital enquanto aguarda medicação. Antônio frisou que a fratura o impossibilita de permanecer sentado e disse que as dores ainda são suportáveis, mas estão piorando gradativamente. “O jeito é aguentar por que não tem outro coisa pra fazer”, disse.

Desde que sofreu a fratura, o agricultor passou pelo posto de saúde de Cachoeirinha e pelo Hospital de Augustinópolis até chegar ao HGP. Nestes três dias de espera, ele destacou que a única consulta que teve com um ortopedista não foi animadora. “O médico falou que não quer operar por que foi outro médico que fez a cirurgia”, explicou. Quando tinha 10 anos Antônio sofreu outra fratura na perna e precisou ser operado. A cirurgia foi realizada, segundo ele, na cidade de Imperatriz – MA.

O Conexão Tocantins entrou em contato com a direção do Hospital Geral de Palmas que informou, através de nota oficial que o paciente seria transferido novamente, desta vez para o Hospital Regional de Araguaina. De acordo com a direção do HGP, o HRA possui “capacidade técnica especializada para este tipo de demanda”.

A expectativa do hospital era de que a transferência de Antônio seria ainda na noite de ontem. Conforme a nota do Hospital Geral de Palmas, o HRA já foi informado do caso de Antônio e continuará o tratamento do agricultor.

Ainda segundo o HGP, o caso de Antônio não se enquadra nas características de emergência e por isso a continuidade de seu tratamento seria de responsabilidade do município de onde ele veio.