Estado

O deputado Eduardo Gomes (PSDB), Primeiro Secretário da Câmara, lamentou a morte da missionária Margarida Lemos Gonçalves, 85 anos, ocorrida nesta quarta-feira, 13, na Unidade de Terapia Intensiva do Instituto Ortopédico de Palmas (IOP). Professora Margarida, que estava internada desde abril quando sofreu um Acidente Vascular Cerebral, foi diretora do Colégio Batista de Tocantínia por 32 anos e estava no Tocantins desde 1948. A missionária Margarida foi membro fundadora da Academia Tocantinense de Letras e da Academia Palmense de Letras.

Eduardo Gomes disse que o Tocantins perde muito com a educadora Margarida, pelo seu exemplo de vida, sua atuação na formação de jovens e sua participação nos movimentos sociais e educacionais do Estado. "A Professora Margarida era muito amiga de meu pai, José Gomes Sobrinho, por quem ele tinha enorme admiração e respeito, lamento sua passagem, mas fico grato pelo enorme e expressivo legado deixado pela missionária ", destacou o parlamentar.

Por: Redação

Tags: Eduardo Gomes, Margarida Lemos