Polí­tica

Foto: Divulgação

Segundo o presidente do PP e pré-candidato do partido em Palmas, Carlos Amastha afirmou ao Conexão Tocantins nesta quinta-feira, 14, o projeto de uma candidatura que representa a terceira via na capital caminha para se consolidar com a participação de mais partidos. O projeto inicial da candidatura era entre PP, PCdoB e PSB mas as conversas estariam adiantadas com o PMDB, que tem como pré-candidato o deputado estadual Eli Borges.

“O PMDB e o PSB se colocaram à disposição para apoiarem e serem apoiados”, conta Amastha sobre o processo de escolha. Uma nova reunião deve acontecer entre os líderes destes partidos a qualquer momento com o intuito de que cada um apresente as possibilidades de composição. “Quem for mais convincente leva”, explica Amastha.

O presidente do PP negou que haja uma definição para que o PMDB encabece a chapa e o pré-candidato do PSB, Alan Barbiero seja vice. Segundo ele, esse é apenas um dos cenários possíveis.

Sobre o PMDB em recente entrevista ao Conexão Tocantins o ex-governador Marcelo Miranda afirmou que se o prefeito Raul não apoiar Eli Borges o partido continuará apoiando.

Caso o prefeito Raul Filho anuncie apoio a Luana Ribeiro do PR na segunda-feira, 18, o grupo de partidos da base do gestor pode se dividir ficando apenas o PT, PRTB e PTN. Defendendo a proposta da terceira via desde o início do processo de articulações políticas, Amasthas voltou a afirmar que as pesquisas mostram que a população quer ter uma nova alternativa. “O povo quer alternativa, o povo quer uma terceira via e isso me deixa cada vez mais animado”, disse.

Conversa com Edna

Nesta quinta-feira, Amastha teve uma longa conversa com a pré-candidata do PDT, Edna Agnolin. Segundo o pepista ele deixou claro para a vice-prefeita que o grupo está aberto para uma adesão do partido mas que primeiro é preciso uma definição. “ Ela (Edna Agnolin) precisa ter uma definição de rumo e de grupo”, conta.

Convenção

O PP será o primeiro partido a realizar a Convenção. O evento acontece neste sábado, 16, e vai confirmar a candidatura de Amastha deixando aberto o espaço para possíveis composições. Na convenção vários líderes partidários estarão presentes.