Polí­tica

Foto: Divulgação

A proposta de terceira via para as eleições em Palmas ainda busca integração do PMDB que tem como pré-candidato, o deputado estadual Eli Borges. O partido tem conversado com o candidato progressista Carlos Amastha e com o PSB de Alan Barbiero mas ainda não apresentou definição sobre a composição.

O partido conversa com esse grupo e também com o PT e o PR. Os partidos da terceira via querem formalizar um documento assinado pelos representantes reafirmando a aliança, no entanto o PMDB ainda não se dispôs a assinar. O PCdoB é outra legenda que deve estar na aliança.

Diante da indefinição do PMDB, o candidato Carlos Amastha confirmou ao Conexão Tocantins nesta quinta-feira, 21, que se até a segunda-feira, 25, o partido não se manifestar sobre o documento ele pretende escolher seu vice e consolidar de fato sua chapa. “Se até segunda-feira não consolidarmos no papel vou indicar meu vice”, salientou. No caso disso acontecer o vice mais cotado para Amastha seria Alan Barbiero que já teria se manifestado a favor de assinar o documento consolidando a terceira via.

Viabilidade

Amastha conta que o critério para apoio no grupo é a viabilidade das candidaturas. Nesse sentido admitiu que em nome de um projeto coletivo estaria disposto a apoiar o nome que for mais viável. “Tenho grandeza de apoiar quem tem maior viabilidade”, disse.