Cultura

Foto: Divulgação

O grupo brasiliense “Colapso, a sua pior companhia!” fará apresentações no Teatro SESC Palmas nos dias 29 e 30 de junho. O projeto Nas Rotas da Troca percorre três cidades brasileiras com espetáculos para crianças e adultos, possibilitando intercâmbio artístico, estético e pedagógico. O público pode conferir as peças “Brincadeiras, loas e outras boas...” e “Colapso, a sua pior companhia!” às 16h e 20h, com entrada gratuita.

O projeto Nas Rotas da Troca já esteve em Ipatinga (MG) e, depois, segue para Anápolis (GO). O objetivo desta circulação é promover a troca de experiências com as comunidades acadêmicas e fazer uso desta conexão para viabilizar o acesso do público aos produtos artísticos da companhia.

O espetáculo infantil “Brincadeiras, loas e outras boas...” é uma apresentação de circoteatro, com repertório de cenas do circo tradicional, brincado por um trio de palhaços com o simples e nobre intuito de fazer rir. Já a montagem “Colapso, a sua pior companhia!” tem classificação de 16 anos e é dedicada ao público jovem e adulto. A montagem faz uma sátira sobre o fazer teatro.

Após todas as apresentações haverá debate sobre as características da linguagem, sobre o fazer artístico e a permanência desses saberes no ensino formal.

Oficina

A companhia oferece, ainda, 20 vagas para a oficina “Bússola do Cômico”, que é estrategicamente oferecida no dia que segue a temporada e é direcionada a atores locais, alunos do curso de teatro dos polos da Universidade Aberta do Brasil (UAB), em parceria com a Universidade de Brasília (UnB), contemplados em cada estado, e demais interessados. Propõe cuidadosa reflexão e compartilhamento de técnicas e saberes orais relacionados à comicidade e à palhaçaria, abordando técnicas adquiridas com mestres do Brasil, da Itália e da Argentina.

Os atores

A Companhia Colapso é integrada por atores, palhaços e mediadores em teatro educação licenciados em Artes Cênicas pela Universidade de Brasília, que atuam no cenário teatral e circense do Distrito Federal há mais de 10 anos. Os integrantes também atuaram como tutores do Curso de Graduação à Distância.