Cultura

Foto: Emerson Silva

A Exposição Quilombos Emigrantes – A História do Cocalinho está na cidade de Arraias, no sudeste do Tocantins. O Museu Dr. João de Abreu é o local que abriga as 45 imagens fruto do trabalho do repórter fotográfico Emerson Silva. O museu fica na Rua Coronel Joaquim Otávio Magalhães, no centro, está aberto à visitação publica de 8h às 12h e de 14h às 18h. Quilombos Emigrantes fica em Arraias até esta quarta-feira, 4.

Diferente do cronograma, a exposição, que deveria ocorrer no Campus da Universidade Federal do Tocantins de Arraias, mudou de local devido a greve da UFT.

A Secretaria de Cultura do município apoiou a exposição cedendo o local e ajudando na logística. “Este tipo de exposição é importante para Arrias, que também tem comunidades quilombolas, é interessante mostrar outras realidades, mesmo com culturas parecidas”, informou a secretária municipal de cultura, Izabella Costa de Almeida.

O projeto foi o único selecionado na região Norte, categoria artes visuais do II Prêmio Nacional de Expressões Culturais Afro-Brasileiras, realizado pelo Cadon (Centro de Apoio ao Desenvolvimento Osvaldo dos Santos Neves) em parceria com a Fundação Palmares. O patrocínio que possibilitou a montagem da exposição é do Ministério da Cultura e da Petrobrás.

As imagens que retratam a cultura e religiosidade da comunidade quilombola, seguem depois para Gurupi, onde ficarão em exposição na Galeria de ArtesGaleria de ArtesKathie Tejeda, no Centro Cultural Mauro Cunha.

A Exposição segue até agosto, conforme o cronograma abaixo:

05 a 07/07 –Centro Cultural Mauro Cunha-Gurupi

09 a 15/07 – Feira Literária Internacional do Tocantins – Palmas

18 a 20/07 – UFT Campus Miracema

23 a 28/07 – UFT Campus Palmas

03 a 31/08 – Sesc – TO (Centro de Atividades – Palmas)

(Ascom da exposição)