Meio Ambiente

A Semades – Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável apresenta nesta terça-feira, 24, o projeto de revitalização das ipucas para produtores rurais de Formoso do Araguaia e da Lagoa da Confusão. Está é a última reunião setorial feita com públicos dos municípios para apresentação do projeto. No final de maio foram realizadas duas reuniões com os prefeitos, vereadores, secretários, professores e membros de associações e de sindicatos e dos dois municípios.

Segundo a diretora de Planejamento de Recursos Hídricos da Semades, Danielle Magalhães, o projeto visa recuperar as áreas de ipucas que foram suprimidas antes da publicação da portaria nº 483/08, do Naturatins – Instituto Natureza do Tocantins, que estabelece os procedimentos e critérios de licenciamento e gestão ambiental nas áreas de ipucas e seu entorno. “Essas áreas desempenham a função de equilibrar o regime hídrico na região, já que acumulam água e umidade no período chuvoso e no período seco matem a umidade por mais tempo e contribui para a recarga do lençol freático”, explica.

A diretora relatou que por muito tempo os produtores rurais acreditaram que desmatando a área de ipucas, haveria espaço ideal para plantio ou formação de pasto. Mas depois eles perceberam que as áreas desmatadas não serviam para o cultivo.

Danielle Magalhães revelou que o objetivo da apresentação é conquistar a adesão dos produtores e proprietários de terra para execução do projeto. “Precisamos que eles permitam a nossa entrada nas propriedades e colaborem conosco monitorando as áreas de ipucas que serão revitalizadas, controlando o acesso e protegendo do fogo e de outras ações que possam provocar degradação”, pontua.

Com cerca de R$ 270 mil do MMA – Ministério do Meio Ambiente e mais R$ 30 mil do Governo do Estado, a Semades executará o projeto até dezembro de 2013.

Em Formoso do Araguaia a reunião acontece nesta manhã de terça-feira, na Câmara de Vereadores do município. E em Lagoa da Confusão o encontro será às 19h30, no Centro de Convenções da cidade. (Ascom/Semades)