Palmas

Foto: Arquivo / Ascop

A rede municipal de ensino de Palmas conta com mais de 30 mil alunos matriculados nas 62 unidades educacionais da Capital, entre escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs). Ao todo são 3.059 crianças matriculadas em creches, 4.129 na pré-escola, 21.459 no ensino fundamental e 1.758 na Educação de Jovens e Adultos (EJA), além de 750 alunos do Projovem Urbano/Palmas para a Alfabetização. Para atender essa demanda a Semed conta com 2.228 professores.

Em virtude da realização de reformas e melhorias algumas escolas terão o início das atividades adiadas. Segundo o titular da pasta da Educação, Zenóbio Júnior, em visita as escolas esta semana foi solicitada das empresas responsáveis agilidade nas obras, para que as aulas sejam reiniciadas o mais breve possível.

O secretário explicou que o atraso no início das atividades em algumas unidades foi necessário para que as melhorias fossem realizadas, no entanto, disse que os alunos não serão prejudicados. “As melhorias são necessárias e vão proporcionar mais conforto e condições de trabalho aos profissionais e, automaticamente, melhor aproveitamento aos alunos”, avaliou.

Unidades que terão o início das aulas adiado

Escola de Tempo Integral Olga Benário – 06 de agosto

Escola Marcos Freire – dia 13 de agosto

Escola Municipal Maria Júlia – 15 de agosto

Escola Municipal Paulo Leivas Macalão- 09 de agosto

Escola Municipal Estevão de Castro – 20 de agosto

Escola Municipal Monteiro Lobato – 14 de agosto

Escola Municipal Aurélio Buarque – previsto para o dia 13 de agosto

Escola Municipal Jorge Amado – 20 de agosto

(Ascop)