Estado

A partir de agora a Redesat passa a ser chamada de “TVE Tocantins” e a mais nova emissora pública traz mudanças significativas na programação: 15 novos programas de   telejornalismo e entretenimento vão compor a nova grade da emissora. O anúncio do novo nome aconteceu na noite desta última quarta-feira, 8, com a assinatura do projeto de Lei que altera o nome da TV pública do Tocantins pelo governador Siqueira Campos. Além deste, o governador também autorizou a doação de um imóvel para a entidade e transferiu bens para a emissora.

O evento aconteceu no auditório do Palácio Araguaia e contou com a participação do vice-governador João Oliveira, de secretários de Estado, de alunos da UMA – Universidade da Maturidade e produtores culturais, além de outros convidados.

Durante o evento foi apresentado ao público um vídeo que conta a trajetória da Redesat, desde sua criação até sua transformação em TVE. O governador Siqueira  Campos ressaltou que a emissora tem história e que a partir de agora não deve ser vista ou utilizada de forma comercial. “A TVE é uma emissora pública e educativa que possui uma equipe profissional muito competente”, afirmou o Governador.

Para o secretário da Ciência e Tecnologia, que é presidente da Fundação de Radiodifusão Educativa do Tocantins – Redesat, Luiz Carlos Borges da Silveira, esse é um novo tempo para a comunicação pública do Estado, acrescentando que prevê a retransmissão da emissora para os 139 municípios em breve. Segundo ele, “a nova programação entra com o objetivo de atingir todos os públicos, devido à variedade de programas voltados para todos os segmentos”.

Atualmente a emissora de TV abrange 97 municípios do Estado. Já a emissora de rádio alcança 42 cidades, com previsão para atingir todo o Estado por meio das estações de rádios comunitárias. Tanto a rádio quanto a TV trarão uma programação recheada de novidades e deverão cumprir os anseios da população, como explica o secretário estadual de Comunicação Social, Arrhenius Naves. “A emissora não será um meio de comunicação político, mas um veículo de comunicação educativa que cumpre seu papel social”, pontuou Arrhenius.

Festival de Música da 96 FM

Na ocasião foi lançado o 2° Festival de Música da 96 FM, que irá revelar e divulgar gravações de obras musicais inéditas, abrindo espaço na programação das emissoras de rádio participantes para cantores e compositores, valorizando a produção e a diversidade da música local.

Na edição de 2012, além da classificação direta para o 4º Festival Nacional de Música da ARPUB, o artista da melhor música com letra será premiado ainda com a produção de um CD promocional em estúdio profissional da Capital.

 As inscrições podem ser feitas pela internet, por meio do site http://www.portalredesat.gov.br/festival96fm ou presencialmente, na sede da Fundação Redesat. O período de inscrição é de 8 de agosto a 2 de setembro. (Secom)