Polí­tica

Foto: Divulgação

Segurança foi o pedido dos moradores da quadra 712 Sul ao candidato a Prefeitura de Palmas, Carlos Amastha (PP), realizado na noite desta sexta-feira, 17, durante reunião que reuniu centenas de moradores além de líderes comunitários da região central da capital. 

A solução para o problema está no plano de governo da coligação “Um novo caminho é possível” e foi apresentado aos moradores pelo candidato a vice-prefeito, deputado estadual Sargento Aragão (PPS). “Precisamos não apenas de rondas policiais para circular pela região. Essa insegurança é fruto da grande quantidade de dependentes químicos que assusta a população. Por isso, a assistência da prefeitura será dada e a parte do Estado será cobrada juntamente com a da união”, frisou Aragão. 

Flávia Sousa, moradora do local há dois anos afirma que a movimentação de pessoas na região é grande principalmente na madrugada, devido a motéis e casas noturnas presentes no local. “O movimento aqui é intenso principalmente das 10 da noite às 5 horas da manhã, e inibe sairmos de casa, muitas pessoas julgam e condenam, mas não dão solução para resolver o problema”, desabafou a moradora que ainda queixa a falta de vagas na creche da região. De acordo com ela, há dois anos luta por uma vaga para a filha de seis anos, mas sem solução.   

Durante discurso, Carlos Amastha que estava acompanhado da esposa Glô Amastha e do deputado Estadual Wanderlei Barbosa (PEN), ressaltou como unir educação e segurança e fazer as duas questões andarem juntas para desenvolver o bem-estar da coletividade. “Escolas e creches são fundamentais, todos necessitam desse acesso. É inadmissível que uma mãe deixe de trabalhar para ficar em casa cuidando do filho, pois a educação é a base para a formação do cidadão e vamos trabalhar para mudar este cenário em que Palmas vive hoje” destacou Amastha.