Cultura

Foto: Divulgação

O tocantinense Léo Pinheiro estará em cartaz durante todo o mês de setembro em São Paulo na peça Filhos do Brasil. Com roteiro e trilha sonora de Oswaldo Montenegro, o espetáculo -  dirigido por seu irmão, Deto Montenegro - estreia no próximo sábado, dia 1, no Teatro Dias Gomes, em SãoPaulo.

Sucesso de público e crítica em 2011, a peça recebeu cinco prêmios no Festival de Teatro do Rio de Janeiro. Já Léo Pinheiro, em sua estreia nos palcos, foi indicado a melhor ator. “Foi uma surpresa muito positiva. Não esperava esse reconhecimento no meu primeiro ano como ator”, disse. Filhos do Brasil venceu nas categorias Melhor Direção, Melhor Espetáculo pelo Voto Popular e pelo Júri Oficial, Melhor Iluminação e Melhor Trilha Sonora. 

Filhos do Brasil é encenada por atores/músicos que participam da Oficina dos Menestréis, além de convidados, como é o caso de Léo Pinheiro, revelado como ator pela Cia Mulungo, de Oswaldo Montenegro. A trilha sonora é um verdadeiro passeio por diversos gêneros, que passam por ritmos nordestinos, rock n’ roll (que une Beatles a Alceu Valença) até o samba carioca. 

Léo Pinheiro sobe ao palco para interpretar diversos papeis, entre eles Claudiney Soares, personagem que rendeu um monólogo e o projeto de um longa-metragem, ambos roteirizados pelo próprio Oswaldo Montenegro, em parceria com o cantor tocantinense. Léo Pinheiro também interpreta um cantor de hip-hop que faz rimas de improviso. “Todo o espetáculo é um passeio pela música brasileira e nós, atores, temos que nos vestir dessa versatilidade no palco”.

Novos trabalhos

Dois novos trabalhos serão lançados nos próximos meses por Léo Pinheiro. O álbum Léo Pinheiro Canta Arnaud Rodrigues terá um show especial de estreia em Palmas, previsto para outubro. No trabalho, uma homenagem à carreira do brilhante músico e humorista.

Outra novidade é Sol da Madrugada, disco produzido e arranjado pelo amigo Oswaldo Montenegro. Cinco canções de divulgação do novo trabalho podem ser conferidas na internet, na fan page de Léo Pinheiro (http://facebook.com/leopinheirooficial) ou em sua página no SoundCloud (http://soundcloud.com/pinheiroleo). 

Léo Pinheiro

Tocantinense de Paraíso, Léo Pinheiro começou a se apresentar ainda criança no interior do estado do Tocantins. Aos 10 anos de idade, gravou seu primeiro CD, “Coração de Menor”, produzido por Moacyr Franco. Fez shows por todo o estado, participando de programas de radio e TV locais. 

Aos 14, Léo Pinheiro gravou seu segundo trabalho, lançando-se como compositor. Em seguida, viajou pela Europa (Portugal e Inglaterra), apresentando-se em festivais de música, pubs e encontros culturais. Na volta, em 2008, entrou para a Cia Mulungo, de Oswaldo Montenegro.  (Ascom)