Polí­tica

Foto: Divulgação

O candidato a prefeito de Palmas pela coligação “Um novo caminho é possível”, Carlos Amastha (PP) afirmou por meio de nota à imprensa nesta sexta-feira, 7 de setembro, feriado do Dia da Independência do Brasil, que se junta a todos os brasileiros, palmenses de nascimento e por opção para comemorar os 190 anos da Independência do Brasil, “da nossa pátria", diz Amastha, completanto, "sim, nossa por que, assim como muitos outros cidadãos, escolhi esse lugar para viver há 30 anos e me sinto brasileiro como todos que neste solo nasceram e que convivem diariamente com as dificuldades e as benesses de fazer parte dessa grande nação”, afirma na nota.

Amastha ainda disse que a data lembra que, ainda há muitas conquistas a serem alcançadas “para que nos tornemos um País e uma Capital desenvolvidos, onde o nosso povo tenha mais qualidade de vida e onde as desigualdades sejam minimizadas”, afirmou.

Confira abaixo a nota na íntegra.

NOTA À IMPRENSA

Neste dia de 07 de setembro, me junto a todos os brasileiros, palmenses de nascimento e por opção para comemorar os 190 anos da Independência do Brasil, da nossa pátria. Sim, nossa por que, assim como muitos outros cidadãos, escolhi esse lugar para viver há 30 anos e me sinto brasileiro como todos que neste solo nasceram e que convivem diariamente com as dificuldades e as benesses de fazer parte dessa grande nação.

Esse momento é propício para refletirmos sobre a nossa história e origem, pois um povo que não tem passado, não vivencia seu presente e nem vislumbra um futuro. Tenho muito orgulho do meu passado, das minhas origens, e mais orgulho ainda de morar no coração do Brasil, de ter escolhido Palmas para viver com minha família.

Além disso, essa data nos lembra que ainda há muitas conquistas a serem alcançadas para que nos tornemos um país e uma Capital desenvolvidos, onde o nosso povo tenha mais qualidade de vida e onde as desigualdades sejam minimizadas.

Que nesta data busquemos uma independência de pensamento, de autonomia e a liberdade para tomarmos decisões positivas para o nosso país e que possamos entender que ser palmense é muito mais do que pertencer ao mesmo espaço geográfico ou ter um documento de registro do Brasil. Tem a ver com a identificação dos valores que nos unificam enquanto nação e cidade.

Carlos Franco Amastha