Estado

Foto: Divulgação

Mais de 350 pessoas foram beneficiadas durante os atendimentos do Mutirão de Conciliação em Araguatins, realizado nesta sexta-feira, 14. Entre as principais ações desenvolvidas durante o Mutirão está a oferta gratuita de exames de DNA, que envolveu 132 pessoas, na realização de 44 coletas de material genético. Mas o maior destaque foi mesmo para os acordos na área de família e na área cível, com 218 pessoas envolvidas.


Uma história interessante foi o conflito entre dois vizinhos que se arrastava em discussões e até agressões por mais de sete anos. O aposentado Raimundo Soares, 66 anos, é vizinho da dona de casa Terezinha de Santana, de 38 anos. Eles não entravam em consenso quanto à metragem dos terrenos que está em desacordo com o estipulado nos documentos: o do aposentado media menos do que o determinado e o da dona de casa era maior do que o previsto. Por causa de um metro, os dois vivam em conflitos e até o muro que separa as duas casas foi derrubado por conta das discussões. Depois de horas de mediação, o defensor público Gidelvan Sousa conseguiu que as partes entrassem em acordo. “Pra mim ficou bom. A gente chegou num acordo e ninguém saiu prejudicado. Agora, o que eu quero é paz e viver a minha vidinha”, comemorou o Aposentado.

“Eu fiquei bem satisfeita, ficou bom para os dois lados. Essa disputa podia durar muito tempo né, e com a ajuda do Defensor Público eu cedi um pouco, o outro também cedeu, e agora esta tudo certo”, afirmou a dona de casa. 

Para a defensora pública Claudia Brito, a iniciativa foi positiva e superou as expectativas.  “Nós trabalhamos diretamente com pessoas carentes, que têm o direito a esta cidadania, mas por falta de orientação a maioria não sabe como buscar tal garantia. Um trabalho como este do Mutirão vem somar com os trabalhos que desenvolvemos cotidianamente e traz para essas pessoas, muitas vezes esquecidas pelos poderes públicos, a oportunidade de se sentirem cidadãos brasileiros. Nós superamos as expectativas”, disse.

A ação faz parte da Campanha Nacional “Ensinar, prevenir, conciliar: Defensores Públicos pela garantia extrajudicial dos direitos”, desenvolvida em comemoração ao Dia da Defensoria Pública, em todas as Diretorias Regionais da Instituição no Estado.

Palmas, Porto Nacional, Dianópolis, Paraíso do Tocantins e Gurupi já receberam os atendimentos do Mutirão, com resultados já entregues. Mais de 3.000 pessoas já foram beneficiadas com a iniciativa.

A próxima Regional a receber o Mutirão é Tocantinópolis, na terça-feira, 18.