Cursos & Concursos

Foto: Divulgação

As provas do Concurso Público da Defensoria Pública do Tocantins serão realizadas neste domingo, 16. Os 17.810 candidatos inscritos em todo o Estado concorrem a vagas em 375 cargos de nível intermediário e nível superior do quadro de auxiliares da Instituição, sendo 295 para provimento imediato e 80 para formação de cadastro de reserva, com salários que podem chegar até R$ 3.706,27, mais R$ 490,00 de Auxílio-Alimentação, por carga horária de 40h
semanais.

Realizado pela Comissão Permanente de Seleção da Universidade Federal do Tocantins – Copese/UFT, as provas serão aplicadas, a partir das 8h para os cargos de nível superior, e das 15h para os cargos de nível médio, nas cidades de Araguaína, Gurupi e Palmas. Os portões serão fechados às 7h50 nos cargos de nível superior e a duração das provas será de 5 horas. Para os cargos de nível intermediário, os portões fecharão as 14h50 e a duração das provas será de 4 horas e 30 minutos.

A seleção para os cargos compreenderá o exame de conhecimentos mediante aplicação de provas objetivas, constando 80 questões, (para todos os cargos) e de prova discursiva (para os cargos de nível superior), sendo as provas objetivas de caráter classificatório e eliminatório e as provas discursivas de caráter classificatório.

Atenção

A Defensoria Pública reforça algumas orientações referentes à realização da prova como a atenção dos candidatos quanto ao fechamento dos portões conforme consta no Edital; sendo que os que realizarão as provas em Palmas, no Campus da UFT, deverão se atentar para o fato de que o fechamento dos portões não se refere ao portão central de entrada no Campus, e sim aos portões dos locais (os blocos) onde as provas serão efetivamente realizadas.

Os candidatos que farão a prova de nível superior deverão observar as informações contidas no caderno de provas e na folha de texto definitiva da prova discursiva, atentando-se para não ultrapassar o número máximo de 30 linhas, destinadas à escrita da prova discursiva. (Ascom  DPE)