Polí­tica

Os postulantes à prefeitura da capital participaram de um debate promovido pela TVE Tocantins. Os participantes chegaram aos estúdios da emissora acompanhados de assessores e do lado de fora vários militantes também se reuniram para acompanhar o evento.

 O diretor de Jornalismo da Fundação de Radiodifusão Educativa –Redesat, o jornalista Clédiston Ancelmo mediu o debate e fez a abertura falando da intenção da emissora ao realizar o debate. Estiveram presentes os candidatos: Dr Luciano, Marcelo Lelis do PV, Fábio Ribeiro do PTdoB, Luana Ribeiro do PR, Professor Adail do PSDC e Abelardo do PSOL. O candidato Carlos Amastha do PP não compareceu e segundo o mediador do debate avisou previamente que não participaria. Ancelmo agradeceu a presença dos candidatos.

No primeiro bloco os candidatos tiveram dois minutos para se apresentarem. Amastha foi sorteado para começar mas como não estava Abelardo do PSOL foi o sorteado. O candidato falou da necessidade de respeito ao eleitor. “ Não estamos aqui para atacar ninguém. Nossas criticas foram admnistradamente. Estamos aqui para discutir as propostas e o orçamento da capital”, frisou.

O candidato rechaçou ainda quem usa o horário eleitoral para atacar outros candidatos. Segundo ele, tem pessoas que queriam usar o programa eleitoral dele para criticar os outros. “ Não estamos aqui para ser candidato laranja”, frisou. Segundo Abelardo seu foco são as propostas para a capital. Em seguida o professor Adail disse estar feliz com sua campanha e A

. Ele alfinetou o candidato Amastha que não compareceu e que foi chamado por ele de “fujão”. “Eu gostaria muito de estar aqui com todos presentes. Fica aqui minha indignação”, disse. Adail disse ter conhecimento dos problemas da capital. “ Já andei há mais de 15 anos de coletivo”, afirmou.

O pevista Marcelo Lelis falou em seguida e nas considerações iniciais disse que voltou a estar em primeiro lugar nas pesquisas.Usando seu argumento principal na campanha, disse que está na cidade a mais de 20 anos. O candidato frisou que vai contar com o voto do governador Siqueira Campos (PSDB) e de outros políticos. “Não há nenhuma possibilidade de deixar de cumprir todos os meus compromissos de campanha. Quem governará Palmas tem nome e sobrenome: Marcelo Lelis”, frisou.

Do PRP, Dr. Luciano se apresentou e disse que sua prioridade é a saúde e educação. “ Vejo nessa eleição muitas propostas mas o candidato que realmente pode mudar a triste situação da saúde de Palmas sou eu Dr Luciano”, disse afirmando que tem condições de fazer as mudanças que Palmas precisa.

Em seguida Fábio Ribeiro do PTdoB começou dizendo que cinco candidatos a vereador do seu grupo político “resistiram ao canto da sereia”, se referindo a uma possível tentativa de compra de lideranças. Depois, falou de suas bandeiras de luta e disse ter compromisso com a capital.

Última a se apresentar, Luana Ribeiro do PR disse que faz uma campanha limpa, propositiva e focada no desenvolvimento da sociedade.

Citou seu plano de governo e a parceria com o governo federal. “ Temos propostas simples mas que são verdadeiras e coerentes com a verdadeira necessidade da cidade”, pontuou citando algumas das principais demandas de Palmas como melhorias na saúde. “ Palmas é feita por pessoas guerreiras e batalhadores que querem uma cidade bem cuidada e é isso que vamos fazer”, disse. Após a fala de Luana o debate seguiu para o segundo bloco.

Por: Redação

Tags: Eleições 2012, Marcelo Lelis