Polí­cia

Foto: Divulgação/PM Carro utilizado no assalto Carro utilizado no assalto

Na madrugada deste sábado (06) a agência 1304-8 do Banco do Brasil da cidade de Araguaçu-TO, localizada na região Sudoeste do Estado, a 405 quilômetros da capital, foi assaltada por uma quadrilha que utilizou explosivos para detonar três dos cinco caixas eletrônicos que ficam na área destinada aos terminais de autoatendimento. A PM conseguiu prender um dos autores, Dalmo Gonçalves Mamede, 45 anos, de Campo Grande-MS, que foi identificado através de filmagens do circuito de segurança da Agência do Banco.

Logo após o assalto o 4º BPM – Batalhão da Polícia Militar acionou imediatamente o Plano de ação, cerco e bloqueio, mobilizando policiais de Sandolândia, Formoso, Araguaçu, Alvorada, Jaú do Tocantins, Figueirópolis, Talismã e Polícia Militar do Estado de Goiás, conseguindo efetuar a prisão do suspeito, próximo ao anel viário, no momento que ele se deslocava em um VW Gol preto, placa de Campo Grande-MS. O outro veículo utilizado, um Gol de cor Azul conseguiu empreender fuga e apesar das diligências ainda não foi localizado.

Antes de executar o assalto a quadrilha fez refém três cabos eleitorais de uma coligação do município que estavam próximos ao trevo da rodovia que dá acesso a Sandolândia, em seguida dirigiram-se ao Banco e numa ação rápida que durou menos de cinco minutos, arrebentaram a porta de vidro da agência com um pedaço de ferro e em seguida detonaram os caixas eletrônicos com dinamites.

A gerência do Banco não soube precisar, mas informou que foi levado pouco ou quase nada em dinheiro, uma vez que após as explosões os cassetes (compartimento onde ficam as cédulas) foram lançados para o interior da agência, local onde os assaltantes não tiveram acesso e devido a aproximação da Polícia foram obrigados a empreender fuga. (Com informações da Assessoria)

Por: Redação

Tags: Araguaçu, Banco do Brasil, Polícia Militar