Cultura

Porto Nacional vai receber a exposição Compadre de Ogun, por meio do projeto Arte Sesc, no próximo dia 15. São 31 serigrafias, assinadas pelo artista Carybé, que retratam pessoas comuns e mostram o ser humano com a sua carga de trabalho e afetividade. A abertura da mostra será às 19h, no campus da UFT (Centro). Entrada gratuita.

A mostra faz parte do projeto Arte Sesc, que está completando 30 anos. “São três décadas levando arte e cultura para o interior do Brasil”, conta o curador da Galeria Sesc de Artes, Vone Petson.

As serigrafias nasceram a partir das aquarelas criadas para a abertura do especial realizado pela TV Globo para o Compadre de Ogun, originariamente episódio de Os Pastores da Noite, romance de Jorge Amado. Carybé trabalha com a linha, o volume e o espaço. Seus traços simples formam figuras, frequentemente compostas de formas geométricas capazes de identificá-las, de captar sua essência num lampejo.

As imagens revelam cenas do cotidiano baiano: batismo, candomblé, cenas de bar, de rua, becos, ao lado de tipos populares como mães-de-santo e pescadores.

Carybé

Hector Julio Paride Bernadó, conhecido como Carybé, nasceu na cidade de Lanús e, após ter vivido na Itália dos 6 meses aos 8 anos de idade, radicou-se no Brasil, inicialmente no Rio de Janeiro, onde estudou na Escola Nacional de Belas Artes.

Suas obras, tanto pinturas como desenhos, esculturas e talhas, refletem a chamada baianidade, através da representação do cotidiano, do folclore e de suas cenas populares. Em 1955, foi escolhido como o melhor desenhista nacional na III Bienal de São Paulo.

Em seus desenhos e aquarelas, predominam a cor sépia, como no álbum Sete portas da Bahia. Além desses trabalhos, destacou-se pela criação de murais, hoje expostos em São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Montreal, Buenos Aires e Nova York.

Deixou mais de 4.000 trabalhos, entre pinturas, desenhos, esculturas e esboços. Além de artista plástico foi pandeirista do Bando da Lua, grupo que acompanhava Carmem Miranda, bom dançarino e contador de histórias.

Itinerário

A exposição está em Paraíso do Tocantins até o dia 11 de outubro. De 15 a 31, estará em Porto Nacional. O próximo município a receber a exposição será Araguaína, de 03 a 17 de novembro. A mostra encerra em Gurupi, onde as serigrafias estarão expostas de 21 de novembro a 16 de dezembro.

Em Porto Nacional, as imagens estarão expostas na UFT Centro. A abertura será dia 15 de outubro, às 19h, com entrada gratuita.