Polí­tica

Foto: Divulgação

Por unanimidade, a sessão plenária desta quarta-feira aprovou requerimento da deputada Estadual, Solange Duailibe, (PT), que pede ao Congresso Nacional nova regulamentação para as pesquisas eleitorais a fim de evitar distorções e manipulações de resultados eleitorais. Deputados Federais e Senadores receberão o documento que solicita a criação de regras e critérios científicos pertinentes à lisura da elaboração e divulgação de consultas populares.

Subscrito

O expediente, que foi amplamente apoiado pelos deputados, foi subscrito pelos parlamentares: Sargento Aragão  (PPS), Josi Nunes (PMDB), Vanderlei Barbosa (PEN), José Roberto (PT), Iderval Silva e Eli Borges (PMDB).

Fraude

Segundo Solange Duailibe, é preciso proteger o eleitor da divulgação de dados incorretos, imprecisos ou manipulados. “É imperioso combater a fraude na elaboração e divulgação das pesquisas eleitorais, visto que no Tocantins, salvas as exceções, houve veículos e jornalistas que venderam a grupos políticos, pacotes de pesquisas eleitorais criminosas que não retratavam a vontade popular, na clara intenção de tentar mudar resultados nas urnas” – destacou a parlamentar.

Lisura

De acordo com a deputada, dessa forma, considerando o fato de que as pesquisas eleitorais podem ser usadas como instrumentos privilegiados de propaganda, com poder para desequilibrar o pleito, novas regras são necessárias, a fim de que a vontade popular seja respeitada e divulgada de forma correta.

“Candidatos precisam conquistar o voto popular, não tentar manipulá-lo, pagando fortunas aos institutos de pesquisas que se vendem e ficam desmoralizados pela opinião pública” – concluiu. (Com informações da Assessoria)