Ciência & Tecnologia

Foto: Divulgação

A VII edição do Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação (Connepi) reuniu no Tocantins, entre os dias 19 e 21, mais de 3.000 estudantes, professores e colaboradores dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia da região Norte e Nordeste.

Durante o evento, realizado pelo Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Tocantins (IFTO) em Palmas e prestigiado pela comunidade acadêmica de 18 Institutos Federais das regiões Norte e Nordeste, mais de 2500 trabalhos de pesquisa e inovação foram apresentados. Além disso, houve também apresentações culturais, de fotografias e de curta metragens. O evento bateu o recorde das edições anteriores em número de submissão de artigos, número de trabalhos aprovados e apresentados e também no número de participantes.

“Foi um grande sucesso, um evento muito positivo, que temos a certeza que contribuiu significativamente para a produção e o avanço das pesquisas aplicadas nas regiões que participaram e em todo o país”, enfatizou o reitor do IFTO, professor Francisco Nairton do Nascimento, que destacou também o grande número de trabalhos apresentados no evento. “Nós tivemos mais de 2500 trabalhos apresentados e isto demonstra que os Institutos Federais têm alcançado o objetivo da realização de pesquisa e extensão aplicada aos gargalos das comunidades, com vistas ao desenvolvimento regional apontando soluções para os problemas da população”, frisou.

Segundo o pró-reitor de Pesquisa e Extensão do IFTO, professor Augusto Cesar dos Santos, o evento superou as expectativas. "O Connepi saiu conforme o planejado, todas as atividades propostas foram desenvolvidas. Superou a expectativa de todos. Muitos trabalhos apresentados, a visita, a procura pelos pôsteres foi muito alta: alunos, servidores e pesquisadores em geral estão querendo saber mais sobre essas pesquisas apresentadas aqui”, destacou o pró-reitor, que lembrou que a grande participação aponta que a tendência dos institutos federais de convergir para pesquisas aplicadas, com foco na solução de problemas da sociedade.

Para o diretor-geral do Campus Palmas do IFTO, professor Octaviano Sidnei Furtado, sediar o Connepi foi uma honra. “Foi uma honra para nós e posso dizer que o evento foi surpreendente, pois embora no nosso Estado a produção de pesquisas ainda seja tímida com o Connepi abriu-se as portas para a inclusão do Tocantins no mundo da pesquisa e inovação. O que percebemos é que onde o Connepi tem sido realizado a pesquisa vem crescendo e isto é muito positivo”, afirmou o diretor.

Avaliações

O coordenador do Fórum Nacional dos Dirigentes de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (Forpog), Carlos Henrique Alves, disse que o evento comprova que a pesquisa aplicada é realmente uma das premissa nos Institutos Federais. “Esse tipo de pesquisa, que leva soluções para a sociedade tem sido seguida, não é que seja uma coisa obrigatória, mas é que nós estamos trilhando um caminho da pesquisa aplicada. Observando os pôsteres percebe-se que 90% ou mais são resultados de pesquisas relacionadas ao Estado, às cidades, às regiões circunvizinhas dos campus, lugar de origem dos servidores. Isso é digno de louvor e mostra realmente o perfil dos Institutos Federais na intervenção direta com os problemas das cidades”, ressaltou o coordenador.

Do Instituto Federal do Amazonas (IFAM), a profª. Ana Cláudia Souza, lembrou que o Connepi promove a integração dos Institutos Federais. “Os IF’s se socializaram e houve uma integração e isto só foi possível devido a boa organização do evento”, destacou a professora. No total a delegação do Amazonas trouxe cerca de 40 participantes para o Connepi.

Quem também avaliou o evento como positivo foi o estudante Helber de Almeida do Instituto Federal de Roraima (IFRR). “Gostei muito, foi tudo perfeito. Este foi o melhor Connepi que já participei”, ressaltou o estudante, que durante o evento apresentou seu trabalho no desenvolvimento de um software de matemática. Cerca de 20 pessoas vieram de Roraima para participar do evento.

Institutos participantes

No total 18 Institutos Federais das regiões Norte e Nordeste participaram do Connepi entre eles: Instituto Federal da Bahia (IFBA), Instituto Federal Baiano (IFBaiano), Instituto Federal de Alagoas (IFAL), Instituto Federal de Sergipe (IFS), Instituto Federal de Pernambuco (IFPE), Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IF Sertão Pernambucano), Instituto Federal da Paraíba (IFPB), Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), Instituto Federal do Ceará (IFCE), Instituto Federal do Piauí (IFPI), Instituto Federal do Maranhão (IFMA), Instituto Federal do Tocantins (IFTO), Instituto Federal do Pará (IFPA), Instituto Federal do Acre (IFAC), Instituto Federal do Amapá (IFAP), Instituto Federal de Rondônia (IFRO), Instituto Federal de Roraima (IFRR), Instituto Federal do Amazonas (IFAM).