Economia

Foto: Divulgação

Até a noite de sexta-feira, o Salão Imobiliário de Palmas 2012, registrou R$ 20 milhões em prospecção de negócios e R$ 1,8 milhão em vendas realizadas. A expectativa até domingo é chegar a R$ 200 milhões em negócios prospectados.

Amanda Oliveira da Silva, publicitária, foi uma das primeiras a assinar o contrato de compra da casa própria no Salão. “As parcelas são decrescentes, tive taxas diferenciadas. Estou muito feliz, a casa é linda. O sonho é realizado quando a gente adquire e a gente continua sonhando depois porque a casa é minha e posso mexer, arrumar, mobiliar”, disse Amanda.

O diretor geral da M&V Construção e Incorporação, Fabiano do Vale, assinou cinco contratos em um só dia. “O Salão Imobiliário é muito bom para divulgar produtos, divulgar a empresa, e fazer negócios que é o intuito principal. Nossa meta é vender de 20 a 30 unidades, cerca de R$ 3 milhões”, contabilizou Fabiano do Vale.

“Esperamos um número bem maior de pessoas no fim de semana. É quando as famílias tem tempo de sair de casa, visitar os estandes, analisar cada apartamento ou casa, escolher bem o imóvel que vai adquirir. Nos próximos dias, o volume de vendas será bem superior, com certeza”, afirmou o presidente do Sinduscon, realizador do evento, Paulo Tavares. O Salão conta ainda com a parceria da Federação das Indústrias do Tocantins (Fieto) e Governo do Estado. (Ascom Sinduscon)