Polí­cia

Foto: Divulgação

Na manhã desta terça-feira, 30, policiais civis da Delegacia Estadual de Repressão a Furto e Roubo de Veículos Automotores - DERFRVA devolveram um automóvel Gol, ano 2012, modelo 2013 ao legítimo proprietário, Jamiro Pereira da Silva, 47 anos.  O veículo foi roubado no dia 14 deste mês quando Pereira chegava a casa na cidade de Aparecida de Goiânia (GO).

De acordo com a vítima, dois homens armados o renderam na porta de sua casa e anunciaram o assalto. “Eu e minhas filhas estávamos chegando a nossa residência quando um dos bandidos colocou a arma na minha cabeça gritando perdeu, perdeu. Imediatamente eu e minhas filhas, que estavam no banco de trás, descemos do carro desesperados. Graças a Deus nós não sofremos agressão e fomos liberados com vida,” relatou.

Passado o momento de terror, hoje o comerciante tem motivos de sobra para voltar a sorrir. “Quando o delegado me ligou dizendo que tinha recuperado meu carro em Palmas, eu nem acreditei, a felicidade foi muito grande. Quando caiu a fixa eu me emocionei e sai ligando para todos os meus familiares e amigos para contar a excelente notícia que eu tinha acabado de receber. Agora estou aqui para receber e levar meu carro de volta para casa”, disse o comerciante emocionado.

De acordo com o delegado Reginaldo de Menezes Brito, titular da delegacia, o inquérito policial está sendo concluído e será encaminhado para a Justiça para os devidos processos legais. “Quando recebemos a denúncia do ilícito, imediatamente começamos as diligências no sentido de recuperar o veículo e indiciar os envolvidos no delito, e graças ao bom trabalho em equipe conseguimos recuperar mais um carro que estava trafegando em Palmas de forma irregular e colocar os envolvidos à disposição do Poder Judiciário”, concluir Menezes.

Entenda o caso

Na última quarta-feira, 24, por volta das 19h30, policiais civis da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos, após investigação, conseguiram recuperar o veículo, em Palmas, que estava com pouco mais de 2.000 km percorridos. O carro estava com um comerciante da capital, que teria pagado R$ 9.000,00 pelo veículo. O empresário foi indiciado por receptação qualificada e está à disposição da Justiça. (Ascom SSP)