Estado

Foto: Divulgação Lista tríplice foi questionada no Conselho Nacional do Ministério Público Lista tríplice foi questionada no Conselho Nacional do Ministério Público

O Conselho Superior do Ministério Público do Tocantins (CSMP) cumpriu nesta última quinta-feira, 1º de novembro, a determinação do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e realizou nova eleição para prover a vaga existente na 10ª Procuradoria de Justiça. O promotor de Justiça José Maria da Silva Júnior foi eleito por unanimidade para o cargo.

A 10ª Procuradoria de Justiça tinha como titular o procurador César Augusto Margarido Zaratin, aposentado em 2011. Nesse mesmo ano houve a eleição para ocupação da vaga, na qual o promotor de Justiça José Maria da Silva Júnior foi escolhido. A lista tríplice, no entanto, foi questionada no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), que decidiu por anular a votação e determinou a realização de novo pleito.

Na sessão desta quinta-feira, o Conselho Superior analisou o nome da promotora de Justiça Maria Cotinha Bezerra, autora do questionamento no CNMP, para figurar na lista tríplice. No entanto, o Conselho refutou, por unanimidade, a indicação, sob o argumento de que os outros candidatos se sobressaíram na avaliação de critérios objetivos adotados pela Instituição desde o ano de 2006.

O procurador de Justiça José Maria da Silva Júnior tomará posse na próxima terça-feira, 6, em sessão solene do Colégio de Procuradores.