Polí­cia

Foto: Divulgação PM's estão detidos no Quartel do Comando Geral PM's estão detidos no Quartel do Comando Geral

Foram divulgados os nomes dos policiais suspeitos de integrarem um grupo de extermínio no Sul do Estado e que teriam inclusive participação numa série de crimes em Gurupi. São suspeitos os cabos Amarildo Cordeiro Duarte, Heber Cleber Rezende, Marcelo Guimarães Barros e o sargento José Alberto Sousa Abreu da Mata, que integram o COE. Já os cabos Elpides de Oliveira Silva e a esposa dele, Elizabeth Pereira Dias Oliveira são do GOC. Os nomes foram divulgados pelo Jornal do Tocantins que teve acesso ao inquérito de investigação.

Todos os suspeitos estão presos no Comando Geral em Palmas desde que o juiz Ademar Alves de Souza Filho determinou a prisão. Os militares são suspeitos das mortes de Cláudio Roberto Pereira Silva, 27 anos, Daniel Alves Batista, 18 anos, Genildo Miranda da Silva, 22 anos, Reginaldo Alves Miranda, 34 anos, Walison de Oliveira Gomes, 18 anos, e Ana Paula Lima, 21 anos em Gurupi, sul do Estado.

Os delegados responsáveis pelo inquérito de investigação, José Rérisson Macêdo Gomes, Liliane Albuquerque Amorim e Evaldo de Oliveira Gomes estão em Palmas, segundo informou a polícia civil em Gurupi.

Segundo informações com relação ao inquérito as vítimas estariam algemadas antes de serem executadas. Os detalhes dos crimes confirmam indícios de execução.

O comandante Geral da PM, Coronel Luís Cláudio Benício informou ao Conexão Tocantins que a PM também está investigando o caso e que os suspeitos inicialmente ficarão no Comando por cinco dias, que podem ser prorrogados.