Polí­tica

Foto: Divulgação

Os deputados estaduais petistas Amália Santana e José Roberto Forzani, acompanhados do presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT-TO) e do Sindicato dos Trabalhadores na Educação do Tocantins (Sintet), José Roque Santiago, participaram na tarde desta quarta-feira, 5, de uma reunião com o secretário estadual de Segurança Pública, João Fonseca Coelho.

Na pauta, os deputados pediram ao secretário agilidade e empenho para que o inquérito sobre a morte do professor Fabriciano Borges Correia seja logo finalizado. "Está encerrando o prazo para conclusão do inquérito e viemos até aqui externar nossa preocupação e solicitar o empenho do Secretário e de sua equipe para este caso seja solucionado e os culpados punidos", disse o deputado Zé Roberto.

"O companheiro Fabriciano era um homem de luta e muito ativo na luta dos trabalhadores na educação", frisou a deputada Amália Santana.

O presidente do Sintet, José Roque Santiago, informou que amanhã estará em Araguaína para acompanhar as investigações. "Estamos preocupados e queremos saber, principalmente qual o tipo de crime, para que possamos ficar atentos. Fabriciano era um companheiro atuante e que fazia o enfrentamento político para garantir os direitos dos trabalhadores na educação e esse crime não pode ficar impune".

O secretário João Fonseca garantiu empenho e agilidade das investigações. "Às vezes a conclusão de um inquérito depende de algum detalhe, mas tenho certeza que nossa equipe está empenhada para solucionar esse caso que chocou a sociedade araguainense".

Assassinato

Fabriciano Borges Correia, tinha 39 anos e foi encontrado morto em sua residência no dia 8 de novembro, em Araguaina. Natural de Floriano (PI), Fabriciano era professor das redes pública municipal e estadual, diretor de Saúde do Trabalhador do Sintet central, presidente do Sintet Regional de Araguaína, conselheiro municipal da Educação de Araguaína, diretor da UNCME- União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação, conselheiro do FUNDEB e membro da Executiva Municipal e Estadual do Partido dos Trabalhadores.