Saúde

Foto: Divulgação Legumes fonte de vitamina B1 ajudam combater a doença Legumes fonte de vitamina B1 ajudam combater a doença

Com o objetivo de avaliar as ações realizadas em 2012 e apresentar o Plano Estadual de Enfretamento de Beribéri, técnicos da Sesau - Secretaria de Estado da Saúde do Tocantins participaram da Oficina de Trabalho para Avaliação e Planejamento das Ações de Enfretamento de Beribéri 2012-2013. O evento aconteceu no Hotel San Marco em Brasília, na última terça-feira, 04.

De acordo com os dados da Sesau, de 2006 a 2012 foram notificados 155 casos de beribéri no Tocantins. O plano traça ações para investigar, acompanhar e monitorar os casos notificados no âmbito de competência da Sesau e de instituições parceiras, buscando reduzir a morbimortalidade por hipovitaminose B1 (beribéri).

Participaram os técnicos dos Estados de Roraima, Maranhão e Tocantins, da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Secretaria Especial de Saúde Indígena, Conselho Nacional dos Secretários de Saúde, Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, Câmara Interministerial de Segurança Alimentar e Nutricional, além de médicos especialistas.

Para a gerente da área técnica de Alimentação e Nutrição da Sesau, Terezinha Franco, “o encontro foi muito positivo, permitiu a troca de experiências com outros Estados e o surgimento de novas estratégias para o enfretamento  do beribéri”, disse.

Representando o Tocantins, estiveram presentes a gerente da área técnica de Alimentação e Nutrição da Sesau, Terezinha Franco, a enfermeira da área técnica de Saúde da Família e Bucal, Silvia Maria Carvalho, o médico do Cerest - Centro de Referencia em Saúde do Trabalhador, Frederico Leão e a enfermeira Cleudimar Martins.

O beribéri é uma doença que se caracteriza por alterações nervosas, cerebrais e cardíacas. A doença se instala como consequência da carência da vitamina B1 (tiamina) no organismo.

Os sintomas de beribéri são: sensação de formigamento nos dedos dos pés, que se torna particularmente intensa à noite; câimbras musculares na panturrilha; dor nas pernas e nos pés; pode haver confusão mental; laringite e visão dupla.

Entre as causas do beribéri estão a dieta carente de alimentos fonte de Vitamina B1; Baixa absorção da vitamina B1 pelo intestino; devido a diarreias prolongadas;

Tratamento para Beribéri

O tratamento consiste na administração intravenosa de vitamina B1 em uma dose 20 vezes superior à dose diária recomendada durante 2 a 3 dias. Posteriormente, a vitamina é administrada pela via oral até a completa remissão dos sintomas da doença. Os alimentos fontes de vitamina B1 são carne de porco; legumes e os cereais integrais. (Da redação com informações Ascom Sesau)