Polí­cia

Foto: Divulgação

A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Arraias autuou em flagrante delito, na manhã desta segunda-feira (10), pelos crimes de homicídio culposo e embriaguez ao volante, Natalício Vieira Batista. Ele é acusado de atropelar e matar Geneir José Batista, 53 anos.

Segundo informações do delegado Ronan Almeida Souza, responsável pelo caso, na noite do último domingo, Natalício conduzia um veículo Fiat Uno de cor branca na Rodovia TO 050 em direção a Arraias quando por volta da 19h30min há aproximadamente 04 quilômetros daquele município, atropelou Geneir, que se encontrava as margens da rodovia.

Após o acidente, Natalício parou seu carro e tentou prestar socorro a vítima, sinalizando para que outros veículos parassem. No entanto, não obteve sucesso e, então pegou seu próprio carro e foi até Arraias, onde acionou o socorro, e se dirigiu até a delegacia de plantão para comunicar o fato à Polícia.

O motorista foi atendido pelo delegado Ronan, que após uma rápida conversa, percebeu vestígios de embriaguez no condutor e solicitou que o mesmo fosse submetido a um teste de etilômetro (bafômetro) onde foi constatada a presença de 0,79 g de álcool no sangue, bem acima dos 0,6 g por litro de sangue tolerados pela lei.

Diante das evidencias de embriaguez, e após tomar conhecimento de que a vítima do acidente tinha morrido a caminho do hospital, o delegado prendeu Natalício e o indiciou por homicídio culposo (quando não há intenção de matar) e embriaguez ao volante. O autuado foi então conduzido à carceragem da cadeia pública de Arraias onde ficará a disposição do poder judiciário. (Ascom SSP)