Polí­tica

Foto: Divulgação

O Tribunal Regional Eleitoral informou ao Conexão Tocantins na tarde desta terça-feira, 11, que só poderá se pronunciar sobre as novas eleições no município de Taipas após a Ação de Investigação Judicial Eleitoral – AIJE que cassou o prefeito reeleito da cidade, Orlando Proencia (PSDB), e do vice-prefeito, Jefferson Antunes de Carvalho transitar em julgado. O prazo para receber recursos na Ação é até o dia 14.

Em entrevista ao Conexão Tocantins o prefeito Orlando afirmou que irá recorrer da decisão da justiça.

As novas eleições na cidade foram determinadas pelo juiz Ciro Rosa de Oliveira, da 25ª Zona Eleitoral de Dianópolis, conforme publicação no Diário da Justiça. A decisão do juiz penaliza o gestor cassado a ficar inelegível por oito anos e pagar multa de 80.000 UFIR’s.

O prefeito e vice cassados foram acusados de abuso de poder político, intervenção de poder econômico e propaganda institucional extemporânea pelo candidato da coligação adversária, Joaquim Carlos Azevedo do PSD.