Polí­tica

Foto: Divulgação

Durante entrevista a uma emissora de TV local na manhã desta segunda-feira, 31, o prefeito de Palmas, Raul Filho (PT) fez uma breve avaliação dos oito anos de sua gestão. O prefeito relembrou a situação que recebeu o Paço Municipal e disse que deixa a Casa organizada para o novo gestor, Carlos Amastha (PP). “Hoje temos muito o que comemorar”, salientou.

O prefeito contou que além da Educação a área da habitação foi a que mais investiu. Segundo ele, os gestores anteriores somaram 12 mil unidades habitacionais e nos oito anos ele entregou 8.500. “E com qualidade”, completou. "Palmas é a cidade que mais cresceu na habitação”, afirmou.

Raul Filho avaliou que a saúde na sua gestão foi humanizada inclusive para os usuários do SUS. Para o prefeito uma de sua metas foi dar autonomia financeira para a capital, mesmo com a queda do Fundo de Participação dos Municípios - FPM.

Dívida

A dívida do INSS que Raul deixará para a próxima gestão é de R$ 27 milhões, sendo que o débito, segundo ele, foi se acumulando desde gestões anteriores. O valor que ele recebeu da dívida foi de R$ 44 milhões, segundo informou.

Cachoeira

Raul Filho foi alvo de várias denúncias neste último ano de seu governo e acusado inclusive de envolvimento com o contraventor Carlos Cachoeira. Sobre o vídeo que teve repercussão nacional que o mostrava negociando apoio com Cachoeira, Raul disse que desafia qualquer político que diga não precisar de ajuda de empresários. “Vou provar que Carlos Cachoeira nunca teve influência no governo”, disse.

Raul criticou o Ministério Público, que fez várias denúncias contra ele principalmente com relação ao contrato com a empresa Delta. “Nunca vão conseguir provar na justiça”, comentou. Com relação à Delta, Raul disse que todos os contratos foram feitos com base na lei e disse que a empresa tem renome nacional pela prestação de serviços de limpeza.

Disputas no PT

O prefeito foi pivô de várias pendengas internas no PT não só neste ano mas ao longo de seu mandato. Mesmo assim ele avaliou que a relação com o partido é boa e tende a melhorar daqui para frente. Sobre planos políticos futuros o prefeito reafirmou que tem intenção de disputar o Governo do Estado. “Almejo chegar ao governo”, salientou.