Educação

Foto: Divulgação

O prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PP) revelou ao Conexão Tocantins que a secretaria de Educação já faz estudos para a implantação da creche noturna experimental em Palmas. As creches foram um dos principais compromissos de campanha do pepista. A secretária de Educação, Berenice Barbosa já viabiliza os encaminhamentos e a primeira-dama Glô Amastha, uma das defensoras da proposta, também deve acompanhar a implantação. Após a implantação do modelo experimental a prefeitura vai, de fato, expandir o projeto.

“Vamos usar o espaço das escolas mas obviamente por ser á noite a creche não cumpre um papel educativo”, explicou o prefeito que já fez consulta ao Ministério da Educação para viabilizar o funcionamento da creches. Amastha não precisou quando deve ser inaugurada a primeira creche. Ainda não há detalhes sobre as adequações estruturais nas escolas para implantação do projeto.

As creches noturnas vão auxiliar as mães que precisam trabalhar ou estudar no período. Durante a campanha a primeira-dama visitou o  Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) João Batista Fontana, em Curitiba-PR onde o projeto funciona há mais de sete anos.

As creches desta modalidade já implantadas pelo País oferecem suporte pedagógico e psicológico que incentive o aprendizado. A estimativa é de que mais de 5 mil crianças estejam fora de creches em Palmas por falta de vagas.