Palmas

Com um prazo de 30 dias para apresentar relatórios detalhados sobre as áreas concedidas do Distrito Industrial de Taquaralto e sobre as permissões ou autorizações de uso dos quiosques localizados em toda a cidade de Palmas, as comissões instituídas para esse fim já iniciaram seus trabalhos, estabelecendo a metodologia a ser adotada. A primeira reunião da Comissão do Distrito Industrial de Taquaralto aconteceu na tarde desta última quarta-feira, 23. Já a primeira reunião da Comissão dos Quiosques aconteceu na tarde desta quinta-feira.

De acordo com o superintendente de Indústria e Comércio, Iapurê Olsen, que é presidente de ambas as comissões, a partir de agora todos os processos de concessão dessas áreas serão analisados, inclusive com visitas nesses locais.

No caso do Distrito Industrial de Taquaralto, serão averiguados possíveis indícios de irregularidades fundiárias e na distribuição dessas áreas. Quanto aos quiosques, serão apuradas irregularidades nas construções, operação e também distribuição das áreas. “Em todo esse trabalho levaremos em consideração as questões jurídica, urbanística e de desenvolvimento econômico, apontando claro, soluções para os problemas que forem encontrados”, ressaltou o presidente das comissões.

Ambas as comissões são formadas por representantes das secretarias de Desenvolvimento Econômico e Emprego, Assuntos Jurídicos, Transparência e Controle Interno, Meio ambiente e Desenvolvimento Urbano e pelo Instituto de Planejamento Urbano de Palmas. (Secom Palmas)