Estado

Foto: Antônio Gonçalves

O prefeito de Palmas, Carlos Franco Amastha (PP), foi o responsável por dar boas vindas aos representantes do governo espanhol e empresários que formam a comitiva do País, durante o Seminário de Desenvolvimento Sustentável para a Cooperação Tocantins-Espanha. A solenidade de abertura do evento ocorreu nesta sexta-feira, 1º de fevereiro, no Palácio Araguaia.

O seminário tem como intuito estreitar relações entre os estados da Amazônia Legal e a Espanha.

“Quero que saibam que todos são muito bem vindos no Tocantins e, em Palmas. Quero que todos vocês, assim como eu, se apaixonem, se enamorem por esta terra e este povo. Necessitamos de sua experiência, de seu capital e de suas ideias”, afirmou Amastha durante discurso.

O prefeito acrescentou a importância da contribuição da classe empresarial.  “Este é, talvez, o momento mais importante de nossa história, com uma classe empresarial madura, estamos prontos para colocar Palmas e o Tocantins em um novo patamar de desenvolvimento”, ressaltou o gestor da capital.

Amastha parabenizou o governador Siqueira Campos pela iniciativa de realizar o Seminário. “O senhor é um homem de visão, espírito empreendedor, sempre em busca de parcerias internacionais e investimentos que tragam melhorias para o Tocantins”, declarou.

A Comitiva Oficial da Espanha é liderada pelo ministro da Agricultura, Alimentação e Meio Ambiente, Miguel Árias Cañete e formada pelo embaixador da Espanha no Brasil, Manuel de La Cámara Hermoso, o presidente da Tragsa, Miguel Gimenez Córdoba, conselheiros da Embaixada e mais de 15 empresários espanhóis dos mais diversos setores. Também participaram do seminário, representantes dos estados do Pará, Mato Grosso, Amazonas e Rondônia, além de secretários estaduais.

Ainda durante o evento, foram apresentados, por parte da comitiva espanhola, a experiência da Espanha em áreas como gestão de espaços protegidos, reflorestamento, silvicultura, irrigação rural, restauração de rios, construção de espaços esportivos, conservação de estradas, resíduos urbanos e restauração e criação de jardins e parques verdes.