Polí­tica

Foto: Bianca Marinelli

A deputada estadual Josi Nunes (PMDB) foi empossada nesta sexta-feira,1º, para o cargo de 4ª Secretária na mesa diretora da Assembleia Legislativa do Tocantins.

Durante a cerimônia, que empossou o novo presidente da Casa, o deputado Sandoval Cardoso (PSD), Josi fez seu discurso representando a bancada de oposição no legislativo. “Represento neste momento a bancada de oposição. Oposição que oferece ao governo o único caminho que conduz a verdade: a controvérsia, o dialogo, o debate, a independência para dizer sim ao bem e a coragem para dizer não ao mal”, destacou a parlamentar.  

Ao falar sobre seu posicionamento na Casa de Leis, a peemedebista defendeu que a oposição enriquece o processo. “Numa democracia, o voto define os partidos vencedores no poder, para governar, e outros na oposição, para a critica e a fiscalização. Ao exercer sem temor e sem provocação sua função de crítica e fiscalização o objetivo é enriquecer o processo. Falar com destemor e independência não é risco e sim dever. A oposição não deve ser assunto proibido, perseguido, ignorado”, frisou. 

Ainda ressaltando a importância da oposição na Assembleia, a parlamentar salientou que uma das funções da bancada é impedir que a democracia morra. “A oposição ao preservar a indispensabilidade do diálogo e da controvérsia, impedirá que a democracia morra, e não é hora de morrer, é hora de viver e na escalada deste ideal, a causa manda a oposição ousar e nunca recuar”, ressaltou.  

Ao finalizar,  Josi  disse que não aceitará capitulação  e que sua postura no legislativo continuará a mesma, que é defender a população tocantinense. “Queremos a paz, mas não aceitamos a capitulação. Alguns conjuram que é hora de ficar, acomodar e não aventurar, resistimos! O primeiro dever de um órgão legislativo é representar, ter representatividade, estar acoplado, ser voz, estar sintonizado com a sociedade. O Legislativo não é um minipoder, não pode ser um feudo do Poder Executivo”, finalizou. (Dicom AL)