Polí­cia

Foto: Ascom SSP

Uma equipe da Delegacia Especializada em Repressão a Narcóticos – Denarc, sob o comando do Delegado Carlos Miguel Manso, efetuou a prisão de mais dois acusados de tráfico, bem como apreendeu aproximadamente 5 kg de substâncias entorpecentes na em Palmas na noite desta sexta-feira, 1º de fevereiro.

Flavio Eurípedes Ferreira, 29 anos e Paulo Henrique de Sousa, 26 anos foram presos em uma kit net situada em um local de difícil acesso na Quadra 405 Norte. Segundo o delegado Carlos Miguel, a residência alugada pelos dois acusados além de servir como ponto de armazenamento de substâncias entorpecentes, também era utilizada como laboratório para “batizar” a droga, ou seja, os elementos manipulavam compostos diversos, como acetona e medicamentos, no intuito de fazer com que a droga, vendida por eles, rendesse um pouco mais.

A equipe da Denarc, iniciou o monitoramento da kit net após obter, por meio de investigações e diligências, indícios que apontavam que o local era utilizado como depósito de drogas. Também foi apurado que os acusados passavam muito pouco tempo no lugar e sempre entravam e saiam carregando sacolas.

No local, os agentes da Denarc encontraram parte da droga apreendida já pronta para ser embalada e, que estava em poder dos acusados. Uma outra quantidade já dolada e pronta para a comercialização também foi localizada, bem como vários apetrechos para embalar maconha e cocaína, duas balanças de alta precisão, além de trezentos e cinqüenta e nove reais, uma nota de um dólar e, ainda quatro aparelhos celulares.

Os agentes ainda deslocaram-se para outra residência, de propriedade da mãe de um dos acusados, localizada na Quadra 306 Sul, onde encontraram a outra parte da droga, bem como dois veículos, sendo um Ford KA de cor preta e uma Pick up Fiat Strada, prata, de propriedade dos acusados e que eram utilizados para o transporte e comercialização das drogas.

Em depoimento a autoridade policial, Flavio, também conhecido como “Shaolin”, elemento tido como de extrema periculosidade, pela Polícia Civil, afirmou que comprava a droga de Paulo e a revendia na capital. Após serem autuados em flagrante delito pela prática do crime de tráfico de drogas, Flavio e Paulo foram encaminhados à carceragem da Casa de Prisão Provisória de Palmas onde ficarão à disposição da Justiça.

De acordo com o delegado titular da Denarc, as ações de combate ao tráfico de drogas serão intensificadas na capital e no interior com o objetivo de diminuir ao máximo essa prática criminosa e maléfica a toda a sociedade tocantinense, sobretudo aos jovens, “Estamos seguindo orientação do secretário da Segurança Pública e da Chefia da Polícia Civil no sentido de combater com firmeza, o comércio de entorpecentes bem como prender as pessoas que se valem desse expediente para levantar dinheiro fácil, em Palmas em todo o Estado”, frisou o delegado. (Ascom SSP)