Polí­tica

Foto: Agência Câmara

Nesta segunda-feira, 4, a Câmara Federal irá eleger os novos membros da Mesa Diretora da Casa para o biênio 2013- 2014. O PSDB indicou o nome para a 1ª Secretaria, ocupada nos últimos dois anos pelo tucano Eduardo Gomes.  O partido é o terceiro maior em número de deputados e por essa razão é também o terceiro a escolher um cargo na Mesa.

O 1º Secretário é o principal responsável por cuidar de aspectos da administração e da burocracia geral da Câmara. Enquanto esteve à frente desse posto, Gomes realizou um trabalho em prol do fortalecimento do Congresso, sempre ouvindo com atenção e buscando atender as necessidades da Casa.

Entre diversas ações realizadas por Gomes no cargo, está a desburocratização do processo de encaminhamento de projetos de iniciativa popular. A coleta de assinaturas passou a ser possível via internet, o que facilita a participação de milhares de eleitores no processo legislativo. A mudança faz parte do Programa de Modernização Legislativa da Casa, implantado para substituir o uso de papel por soluções digitais. 

Outra iniciativa importante do tucano foi a efetivação de convênio com a Fundação Assis Chateaubriand para criar um Centro de Visitação. É de autoria do parlamentar o projeto do novo Centro Cultural da Casa, que integra acervos culturais, artísticos e históricos. Ele também coordenou a Câmara de Negócios de Desenvolvimento, que buscou consenso nos projetos de interesse de patrões e empregados.

Neste ano, a indicação oficial do PSDB é o deputado Márcio Bittar (AC). Caso eleito, o tucano terá como atribuições, assim como o antecessor, superintender os serviços administrativos da Câmara.

Entre outras atribuições importantes do cargo estão ainda: interpretar e fazer observar o ordenamento jurídico de pessoal e dos serviços administrativos da Câmara, dar posse ao diretor-geral da Câmara e ao secretário-geral da Mesa; decidir, em primeira instância, recursos contra atos do diretor-geral da Câmara; ratificar despesas. (Agência PSDB)