Estado

Observando os benefícios que a carga horária de 6 horas trouxe para o funcionamento dos órgãos públicos do Estado e para os servidores da saúde, o Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado do Tocantins (SINTRAS-TO) protocolou ofício de nº 019/13, nesta quarta-feira, 06, reivindicando a manutenção desta carga horária ao Governador José Wilson Siqueira Campos.

Entre os benefícios, segundo o Sindicato, estão economia de energia para o Estado, material de consumo, aumento da produtividade e melhorias no bem- estar dos servidores.

O Sintras está recebendo inúmeras ligações de servidores pedindo a prorrogação do decreto e ressaltam que para eles essa carga horária, também, gera economia dentre elas gastos com alimentação, combustível, além de melhorar a convivência familiar dos servidores.

Após as várias solicitações e atendendo a reivindicação feita pelos filiados via telefone, o presidente Manoel Miranda encaminhou o ofício e aguarda o deferimento para a continuidade da carga horária.

Para o presidente a manutenção da carga horária de 6 horas é eficaz para ambas as partes. “Tanto o Estado economiza como os servidores melhoram sua produtividade prestando um bom atendimento a população como melhora também a autoestima da categoria inclusive no seio familiar”, diz Miranda.

A cópia do ofício também foi protocolada ao secretário de Relações Institucionais Eduardo Siqueira Campos, o da Administração Lúcio Mascarenhas Martins - e a secretária de saúde Vanda Paiva.