Estado

Foto: Divulgação

Após a solenidade de assinaturas dos convênios que trazem recursos na ordem de R$ 3 milhões para o meio ambiente do Tocantins e a transmissão de cargo de três secretários, realizada nesta sexta-feira, 8, no Gabinete do Governador Siqueira Campos, o novo secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Alan Barbiero, elogiou a gestão de Divaldo Rezende, a equipe de profissionais da Pasta e afirmou que pretende manter uma gestão participativa e ampliar os projetos de desenvolvimento sustentável do Tocantins, para promover a distribuição de renda a partir da instalação de investidores.

Com elogios, o secretário Alan Barbiero avaliou a situação da pasta que está recebendo de Divaldo Rezende e falou dos planos de sua gestão. “Eu fico feliz em receber uma secretaria com programas em implantação. O secretário Divaldo deixa a Pasta para assumir outra função, mas deixa também bons projetos iniciados ou em fase de negociação. Nosso objetivo não é de inventar a roda, não é de fazer uma ruptura, pelo contrário é de consolidar o que já estava sendo feito e ampliar no que for possível”, ponderou o secretário.

Sobre os desafios da gestão, Alan afirmou que irá contar com a parceria dos órgãos municipais, estaduais e federais, com a participação da população e com o apoio das cooperações nacionais e internacionais. “É com muita humildade e muita vontade de trabalhar, que eu recebo essa missão. A Pasta do Desenvolvimento Sustentável é uma secretaria que tem uma interação com a agricultura, com a educação e com a saúde. O nosso compromisso é desenvolver políticas articuladas e integradas para melhorar a vida do tocantinense”, enfatizou Barbiero.

Estrutura da Pasta                           

Alan Barbiero contou que não pretende fazer mudanças, mas dar condições de ampliar a produção de resultados. “Eu pretendo manter uma gestão participativa, ouvindo as partes, respeitando nossas limitações, com muita humildade. Estive visitando a Pasta, é uma secretaria que está muito bem estruturada, temos uma equipe de profissionais de altíssimo nível, que queremos aproveitar e dar condições de trabalho para que possam produzir mais”, assegurou o secretário.

Investimento em tecnologia

O secretário da Semades falou de captação de recursos para área de tecnologia. “Acreditamos que é muito importante captar recursos para a área de tecnologia do Tocantins, porque o desenvolvimento sustentável requer também o avanço econômico, pois sem o qual é difícil pensar em sustentabilidade, sem distribuir renda para as pessoas. Então iremos buscar atrair investimentos de tecnologias ambientais, essa será uma de nossas tarefas junto com o secretário Divaldo”, esclareceu Alan Barbiero.

Parcerias com universidades

Alan Barbiero acredita que há interesse de parceria de muitas instituições de ensino em colaborar com o desenvolvimento sustentável do Estado. “Eu sempre busquei trabalhar em equipe, trabalhar em parceria, isso é fundamental para qualquer gestor público. A Universidade Federal do Tocantins – UFT foi o meu berço, onde fui o reitor, implantei a universidade e graças a Deus tenho muitos colaboradores lá que vão querer trabalhar em prol do desenvolvimento sustentável”, afirmou o secretário.