Economia

Foto: Divulgação

O Tocantins economizou 0,49% de energia elétrica durante os 119 dias do horário de verão que começou dia 21 de outubro de 2012 e termina às zero hora do próximo domingo, dia 17 de fevereiro. A energia economizada foi de 3.068 MWh, suficiente para atender à área urbana de uma cidade como Porto Nacional, por 1 mês. O consumo desta sexta-feira, 15, e sábado foi estimado com base no consumo dos dias do horário de verão. “O maior ganho do horário de verão foi a redução da demanda de energia no período chamado “de ponta”, entre as 6 da tarde e as 9 da noite. Esta redução chegou a 1,38%, o que é bastante significativo para energia elétrica”, assegura o gerente de operação do sistema elétrico da Celtins, Alexandre Lazarin Demarco. 

O horário de verão traz ainda outros benefícios como redução do consumo por causa do melhor aproveitamento da luz do sol; redução da geração térmica e o sistema elétrico ficou mais confiável e seguro por causa do melhor aproveitamento dos recursos eletroenergéticos.

Alexandre Demarco aproveita para orientar os consumidores de energia elétrica: “O horário de verão é uma oportunidade para que cada um repense os seus hábitos de uso da energia elétrica. O ideal seria aproveitar este período e adotar hábitos mais racionais e equipamentos mais eficientes”. 

Além do Tocantins, os Estados que adotaram o horário de verão foram: Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal. (Ascom Celtins)