Cultura

Foto: Divulgação

Com o intuito de estimular a criação e produção artesanal, desenvolver produtos com uma identidade local, aperfeiçoar as habilidades e fomentar a geração de renda dos artesãos do Tocantins, a Secretaria de Estado da Cultura (Secult) em parceria com o Sebrae realiza mais uma etapa de oficinas, de 18 de fevereiro a 08 de março, com a consultoria do renomado designer Renato Imbroisi na Associação de Criatividade Artesanal em Tocantinópolis, extremo Norte do Estado.

Segundo a secretária da cultura, Kátia Rocha, o projeto dá continuidade ao que já foi iniciado em 2011 e faz parte do esforço do Governo do Estado através da Secult de “resgatar a identidade cultural de cada município, explorando suas potencialidades, características socioambientais e históricas, valorizando o que há de melhor em cada região e estimulando a geração de renda para as famílias de artesãos do Tocantins”, explica a secretária.

As oficinas estãos são ministradas na Associação Criatividade Artesanal de Tocantinópolis, que há 10 anos realiza um trabalho voltado às mulheres e adolescentes em estado de vulnerabilidade social. Com a duração de 15 dias e 40 vagas a oficina conta com a direção de Renato Imbroisi com a participação de professoras bordadeiras de Brasília.

Segundo Imbroisi o objetivo da oficina é “desenvolver uma coleção de bordados com inspirações em histórias locais levando em consideração os aspectos culturais e socioambientais da região”.

“Estamos felizes com esta realização da Secretaria da Cultura de mais uma etapa da oficina de bordado que é fundamental para o aprimoramento dos nossos produtos. Através dessa arte poderemos mostrar para o Tocantins, Brasil e Mundo a nossa cultura e costumes”, declara a presidente da Associação Maria Cunha. (Ascom Secult)