Polí­tica

Foto: Koróo Rocha

Durante sessão ordinária da manhã desta quinta-feira, 21, a deputada Solange Duailibe (PT) rebateu supostas críticas recebidas por liderar um grupo de deputados de bancada independente na Assembleia Legislativa. Sem citar nomes, a deputada foi incisiva no discurso e frisou que oposição não possui uma liderança.

Lembrando de sua primeira eleição, a petista frisou que sempre se manteve com posicionamento independente no parlamento e que somente compôs bancada de oposição quando havia um grupo formado com liderança coesa. “Sempre fui independente e quando existiu um grupo de oposição, com liderança articulada, eu fiz parte”, disse.

Em sua fala, a deputada ainda criticou um colega, sem citar nomes, que teria composto um bloco independente e que, depois, assumiu postura oposicionista radical. “Não aceito nenhum colega que outrora disse que não assinaria CPI por ser independente e agora se diz de oposição. Não entendo colega agora vir criticar nosso bloco independente”, completou.

Bloco independente

Além da petista, o bloco oficializado como independente no Parlamento é composto, ainda, pelos deputados Manoel Queiroz (PPS), Stálin Bucar (PR) e Wanderlei Barbosa (PEN).