Estado

Foto: Márcio Vieira / ATN

Com a previsão inicial de investir R$ 4 milhões no serviço, a Agência de Máquinas e Transportes do Estado do Tocantins (Agetrans) começa na próxima segunda-feira, 11, o trabalho de tapa-buraco das rodovias estaduais. Conforme o presidente da agência, Alvicto Ozores Nogueira, conhecido como Kaká, nos próximos 45 dias a recuperação dos pontos críticos das TO’s deve estar concluída. O trabalho de tapa-buracos deve alcançar 1.041 quilômetros de rodovias.

Nesta semana, Kaká Nogueira esteve reunido com os chefes das sete residências rodoviárias do Estado para reavaliar as prioridades nos serviços de reparos das rodovias tocantinenses. As residências rodoviárias são responsáveis pelos serviços de manutenção das rodovias estaduais pavimentadas e não pavimentadas, abrangendo todos os 139 municípios do Estado.

O presidente da Agetrans explicou que tipo de materiais e equipamentos o Estado vai utilizar nos serviços de tapa-buraco nos pontos críticos. “Nesta primeira ação vamos potencializar os serviços de tapa buraco, utilizando emulsão asfáltica PMF (Pré-Misturado Frio), estamos organizando o maquinário, recuperando a frota das residências e dentro de até 45 dias devemos ter esse serviço executado. A prioridade é dar trafegabilidade e reduzir as condições precárias causadas pelas chuvas nas rodovias”, salientou.

A conforme Kaká Nogueira, a situação precária das rodovias demanda agilidade no trabalho das Residências Rodoviárias e os serviços serão realizados em regime de plantão, sem interrupções. Para os chefes de Residência, o presidente foi categórico ao pedir agilidade nas operações: “Um buraco aberto ontem terá que ser tapado hoje.”

Trechos prioritários a serem recuperados

Residência de Porto Nacional (R1) TO-070 Porto Nacional /Brejinho de Nazaré, 39 km de extensão;

Residência de Araguaína (R2) TO – 222 Araguaína / Bielândia / Filadélfia 100 km de extensão;

Residência de Tocantinópolis (R3) TO – 201 São Miguel do Tocantins / Sítio Novo / Axixá / Augustinópolis / Buriti / Esperantina, 120 km de extensão;

Residência de Guaraí (R4) TO-336 Guaraí/Colméia/Pequizeiro/Couto Magalhães, 100 km de extensão;

Residência de Gurupi (R5) TO-280 Natividade/São Valério/ entroncamento com a BR-242, 98 km de extensão;

Residência de Dianópolis (R6) TO – 040 Dianópolis/Novo Jardim/Divisa com a Bahia, 80 km; TO – 110 Entrocamento TO – 040 Ponte Alta do Bom Jesus / Taguatinga / Aurora / Lavandeira / Combinado / Novo Alegre / Divisa com Goiás, 170 km de extensão; TO – 050 Arraias / Conceição / Príncipe, 150 km de extensão;

Residência de Paraíso do Tocantins (R7) TO – 255 Nova Rosalândia / Cristalândia / Lagoa da Confusão, 85 km de extensão. (Ascom Agetrans)