Economia

Prêmio faz parte do amplo programa de parceria com as nove universidades federais da região norte. Focado no compromisso de contribuir com o desenvolvimento sustentável do país, o Santander Universidades, lança um concurso inédito e específico para os estudantes de graduação e pós-graduação das universidades federais da região norte participantes do Programa Amazônia 2020.

Os candidatos têm até o dia 30 de abril de 2013 para inscreverem seus projetos no site www.santander.com.br/universidades. As propostas passarão pode uma avaliação. Na primeira fase serão escolhidos 36 semifinalistas e na segunda fase 18 finalistas serão selecionados para enviarem o plano de negócios. Os vencedores receberão prêmios nos valores de R$ 50 mil, R$ 30 mil e R$ 15 mil, respectivamente para o primeiro, segundo e terceiro lugares, além de prêmios extras que totalizam R$ 100 mil.

O Prêmio Empreendedorismo Sustentável vai reconhecer os melhores projetos empreendedores que tratem de preservação do meio ambiente, economia reversa e extrativismo. “Esse Prêmio tem como objetivo disseminar a cultura empreendedora com ênfase na geração de renda, a incansável busca pela preservação do meio ambiente, contemplar os conceitos e a aplicabilidade da economia reversa e beneficiar a sociedade do entorno”, afirma Jamil Hannouche, diretor da divisão brasileira do Santander Universidades.

Sobre o programa

Lançado em 2010, o Programa Amazônia 2020 é uma iniciativa única de apoio às nove universidades federais da região norte: UFT, UFPA, UNIFAP, UNIR, UFAM, UFAC, UFRR, UFRA e UFOPA, que juntas possuem uma comunidade acadêmica com mais de 100 mil professores e alunos. Além do prêmio, a parceria também contempla a realização de 10 seminários internacionais na região, concessão de mais de 26 mil bolsas de estudos a alunos e professores e inauguração de 9 novos Espaços Digitais.

Em 2011, a Interbrand nomeou o Santander como primeiro banco do mundo no ranking The Best Global Green Brands, sendo a única empresa espanhola que aparece no estudo, onde são valorizadas algumas atividades do Santander Universidades no Brasil, como a colaboração com nove universidades para colocar em prática os projetos de proteção ambiental e apoiar as comunidades locais. Também se destaca o programa Amazônia 2020 e o desafio Santander Sustainability Challenge, que convidou os estudantes brasileiros a identificar e sugerir soluções para problemas ambientais.

Esta é mais uma iniciativa que integra o Plano de Apoio à Educação Superior (PAES) do Santander Universidades Brasil, estruturado em 4 eixos estratégicos: mobilidade, inovação e empreendedorismo, transferência tecnológica e apoios acadêmicos, com o objetivo de promover o desenvolvimento da educação superior de maneira estratégica, contribuindo com o progresso econômico e social nos 20 países onde está presente.

Santander Universidades

O Santander Universidades atua com investimentos no ensino, pesquisa e extensão, mobilizando toda a cadeia de valor da educação, com apoio a alunos, jovens profissionais, professores, pesquisadores, funcionários administrativos e instituições de educação superior.

O Santander Universidades possui 1.040 convênios com universidades de todo o mundo, sendo 436 parceiras somente no Brasil. Desde a criação da Divisão Global do Santander Universidades, em 1996, já foram investidos mais de 1,4 bilhões de reais em iniciativas de apoio à educação no mundo. Já foram concedidas mais de 95 mil bolsas de estudos nos países onde está presente. (Com informações da assessoria de imprensa do Santander)

Por: Redação

Tags: