Estado

O Governo do Estado, por meio da Agência Tocantinense de Notícias (ATN), informou na noite desta segunda-feira, 11, através de nota, que o parecer da Procuradoria Geral Eleitoral no Recurso Contra Expedição do Diploma (Rced) contra o governador Siqueira Campos (PSDB) e o seu vice, João Oliveira (PSD) pela cassação dos mandatos não influenciará a continuidade das ações administrativas.

Segundo a nota da ATN, o assunto está sendo tratado pela equipe pessoal de advogados do governador Siqueira Campos.

O governador é acusado Rced nº 495, de abuso de poder político e econômico, uso indevido de veículo de comunicação e compra de votos e a vice-procuradora-geral eleitoral, Sandra Cureau, se manifestou pelo provimento do recurso contra o governador.

Com a possibilidade da cassação de Siqueira e seu vice o Estado poderá passar pela segunda vez por uma eleição indireta.

O Rced é movido pelo ex-governador Carlos Gaguim (PMDB).