Polí­tica

Foto: Linda Cristal

A deputada Nilmar Ruiz (PEN) participou nesta quarta-feira, 13, do encontro da presidente Dilma Rousseff com a Bancada Feminina da Câmara dos Deputados. “Fiquei contente porque estive presente a este encontro bem na primeira semana em que assumo a vaga na Câmara”, destacou a parlamentar. Ela frisou que desde que assumiu o governo, esta é a primeira vez que a presidente se reúne com a Bancada Feminina. “Foi muito bom reencontrar a presidente Dilma ao lado de minhas companheiras deputadas federais”, declarou.

Nilmar explicou que durante a conversa, a presidente apresentou o plano das ações do governo federal de combate à violência e proteção integral da mulher. Depois da reunião, a presidente Dilma e as deputadas paticiparam do  lançamento do Programa Mulher: Viver sem Violância, prevendo que o  Brasil tenha tolerância zero com a violência praticada contra a mulher. O programa vai destinar R$ 265 milhões em ações para combater o preconceito e a violência contra as mulheres.

Entre outras medidas, foi anunciada a criação, até 2014, de 27 Casas da Mulher Brasileira, que vão oferecer atendimento integrado com médicos, psicólogos, delegacia, promotoria e defensoria pública. A presidenta também destacou a importância de se combater a impunidade, e, para isso, vai investir R$ 20 milhões para melhorar o atendimento às mulheres em unidades de saúde e garantir que hospitais e institutos médicos legais sejam capazes de resguardas o conjunto de provas periciais, base para processos judiciais contra os agressores.

Em alusão ao Dia Internacional da Mulher, foi entregue o Prêmio "Mulheres Rurais que Produzem o Brasil Sustentável", promovido pela Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) e parceiros, a grupos e organizações produtivas que se destacaram no fortalecimento da sustentabilidade em condições de segurança e soberania alimentar.

As representantes da Associação Regional de Mulheres Trabalhadoras Rurais do Bico do Papagaio (Asmubip), Luzanira Ferreira Lima (Axixá) e Rosimeire Nunes Silva (São Miguel do Tocantins) receberam o cheque de R$ 20 mil. Elas foram selecionadas entre 600 inscrições e vão aplicar o recurso na melhoria da infraestrutura das trabalhadoras rurais do Tocantins, quebradeiras de coco, extrativistas e artesãs. (Andrea Sarmento – Assessora de Imprensa – Com Informações da Imprensa da Presidência da República). (Ascom Nilmar Ruiz)