Cultura

Gravuras de Costa Andrade e livros de Odir Rocha compõem a Exposição Arte e Literatura, que à mostra no hall do cinema do Centro de Atividades do Sesc Palmas a partir do dia 25 de março, às 19h. A exibição é aberta ao público e poderá ser conferida até o dia 12 de abril.

Baseado nas obras “Auscultando a vida” e “Ipobajá”, do escritor tocantinense Odir Rocha, o artista Costa Andrade produziu uma série de imagens com traços fortes, e ao mesmo tempo simples, que lembram muito as imagens das xilogravuras produzidas no Nordeste brasileiro para ilustrar os cordéis. 

Isso, porque o artista utilizou uma técnica chamada linóleogravura, em que o desenho é gravado (escavado) em uma placa que lembra uma borracha, utilizando-se goivas (pequenos formões) como ferramenta. Após realizar a gravação, a matriz (placa) recebe a tinta e é prensada sobre o papel em uma prensa, e dessa forma surge a gravura. 

Literatura

“Auscultando a Vida” marca a estreia de Odir Rocha na prosa com textos que foram livremente inspirados em sua vivência médica pelo sertão tocantinense. Já “Ipobajá”, traz quatorze pequenas histórias, em formato de contos, com um linguajar simples e de rápida leitura, que leva o leitor a reconhecer elementos que se assemelham com a vida cotidiana como, por exemplo, perceber semelhanças entre os personagens do livro com a figura de alguém conhecido.

Perfis

Francisco de Assis Carvalho Costa Andrade nasceu na cidade de Simplício Mendes – Piauí. É ilustrador, gravador, escultor e pintor autodidata dedica-se a arte desde 1972. Aqui no Tocantins já realizou várias exposições coletivas e individuais, assim como também ilustrou vários livros. Dono de um espírito inquieto, seu trabalho transita entre o tradicional e o contemporâneo.

Manoel Odir Rocha nasceu em Araguari – Minas Gerais. É médico formado pela Faculdade de Ciências Médicas da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Chegou ao Tocantins em 1971, para exercer a medicina na cidade de Colinas do Tocantins, na época ainda conhecida como Colinas do Goiás. Além de atuar na medicina e na política, Odir Rocha é poeta, contista e pesquisador. É membro da Academia Palmense de Letras, da Academia Tocantinense de Letras, da União Brasileira de Escritores e da Sociedade Brasileira de Médicos Escritores. Já teve vários livros publicados e poemas premiados. 

A exposição será aberta no dia 25 de março, no hall do cinema do Centro de Atividades do Sesc Palmas.