Palmas

Foto: Divulgação

Com o objetivo de ouvir sugestões e necessidades dos permissionários de quiosques de Palmas, o presidente da comissão responsável para a averiguação da situação dos quiosques da capital, Iapurê Oslen, se reuniu com representantes da associação que representa a classe na manhã desta segunda-feira, 25.

Entre as demandas apresentadas pelos permissionários dos quiosques estão a ampliação das áreas, acessibilidade para portadores de necessidades especiais, banheiros feminino e masculino, tendas para o período chuvoso e regras mais rígidas para preservação do meio ambiente.

Na oportunidade, Iapurê explicou que as sugestões dos permissionários serão avaliadas, incluídas no relatório e entregues para avaliação do Conselho Gestor, que deve estudar e depois elaborar a proposta, por meio de projeto de lei.  O presidente da comissão reafirmou o interesse da Prefeitura em regularizar os quiosques e defendeu que o diálogo é necessário para o benefício da categoria.

“A previsão para a conclusão do relatório é no próximo dia 2 de abril. Vamos elaborar uma nova proposta de projeto de lei e, assim, cobrar transparência em todas as ações”, explicou.

O presidente da associação, Félix Antônio de Mesquita, elogiou as ações da Prefeitura e disse apoiar a regularização. Ele destacou que a classe já se reuniu outras vezes com a comissão e que essa gestão tem recebido suas solicitações. “Defendemos a regularização dos quiosques e a associação apoia as ações em favor disso”, afirmou.